Imaturidade na fé

manifestacao-agressiva1 Quanto a mim, irmãos, não pude falar a vocês como a homens maduros na fé, mas apenas a uma gente fraca, como a crianças em Cristo. 2 Dei leite para vocês beberem, não alimento sólido, pois vocês não o podiam suportar. Nem mesmo agora o podem, 3 pois ainda se deixam levar por instintos egoístas. De fato, se entre vocês há invejas e brigas, não será pelo fato de serem guiados por instintos egoístas e por se comportarem como qualquer um? 4 Quando alguém declara: “Eu sou de Paulo”, e outro diz “Eu sou de Apolo”, não estarão vocês se comportando como qualquer um?

“Enquanto os cristãos condicionarem a própria fé à preferência por um pregador ou líder, demonstram fé imatura. Agindo assim, estão sendo levados por princípios que dividem e que são contrários ao princípio básico que provém do Espírito: a unidade de Jesus Cristo”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, muitas vezes o apóstolo Paulo foi muito rígido com o povo de sua época; tudo faz crer que era realmente um povo imaturo na fé. Aqui é necessária muita paciência quando tudo é novo, o processo se torna muito lento, pois ninguém está preparado para o NOVO. Vê-se que dois mil e dezessete anos se passaram e de três pessoas no mundo um apenas conhece Jesus Cristo. Tudo que se torna de Deus, de Jesus Cristo e do Espírito, precisamos conhecer bem; como aquele versículo da Bíblia que diz: “Palavra de Deus é como aquela chuva fininha, que vai caindo, penetrando, mas lentamente até deixar a sua mensagem indelével, só assim voltará para Deus”. Mas vejamos o lado bom das exigências de Paulo, lemos, tornaremos a ler; e vamos saboreando as palavras que aos poucos nos dão aquilo que necessitamos para o aprendizado do “conhecimento de Deus, de Jesus Cristo, do Espírito Santo,” só amamos aquilo que bem conhecemos. Que o nosso Deus derrame dos céus as mais copiosas graças, para podermos, aproveitar bem de tudo que nos falará do Amor Maior “DEUS” que Deus seja hoje e sempre amado e adorado em todos os cantos do UNIVERSSO. Amém! Assim seja! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Só o Espírito de Deus conhece o que está em Deus

santissima-trindade-648x37210 Pois o Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as profundidades de Deus.  11 Quem conhece a fundo a vida íntima do homem é o espírito do homem que está dentro dele. Da mesma forma, só o Espírito de Deus conhece o que está em Deus. 12 Quanto a nós, não recebemos o espírito do mundo, mas o espírito que vem de Deus, para conhecermos os dons da graça de Deus. 13 Para falar desses dons, não usamos a linguagem ensinada pela sabedoria humana, mas a linguagem que o Espírito ensina, falando de realidade espiritual em termos espirituais. 14 Fechado em si mesmo, o homem não aceita o que vem do Espírito de Deus. É uma loucura para Ele, e não pode compreender, porque são coisas que devem ser avaliadas espiritualmente. 15 Ao contrário, o homem espiritual julga a respeito de tudo, e por ninguém é julgado. 16 Pois, quem conhece o pensamento do Senhor para lhe dar lições? Nós, porém, temos o pensamento de Cristo.

“É na pobreza e fraqueza deste que Deus manifesta a sua Força. É a manifestação máxima do poder e da graça de Deus é Jesus crucificado, pois a cruz é o símbolo da fraqueza, do fracasso e da vergonha, porque nela eram executados os criminosos. A verdadeira comunidade cristã é a dos pobres: ela está aliada à sabedoria do projeto de Deus, por isso, é portadora da novidade que provoca transformações radicais.”

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, hoje a nossa reflexão é de uma profundidade única, pois aqui menciona a ação radical e transformadora do Espírito Santo. Se o Espírito Santo de Deus Sonda todas as coisas criadas, até mesmo as profundidades de Deus, o que Ele poderá fazer em nossas vidas? Não teremos jamais uma sabedoria humana; digna de falarmos de uma espiritualidade ensinada pelos homens, ao contrário, quando nos aprofundamos nas coisas de Deus, de Sua Sabedoria dos dons do Divino Espírito Santo, veremos que muitas vezes não aceitamos as transformações que vem da ação transformadora do Divino Espírito Santo. Sabemos também que ao criar o homem Deus lhes deu o livre-arbítrio, então saibamos que Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo a Santíssima Trindade não realiza nada de novo em nossas vidas sem o nosso consentimento; se faz necessário, abrirmos os nossos corações por dentro e somente cada ser humano poderá fazer esta abertura; assim sendo veremos magníficas transformações, revelações e manifestação que só poderão vir do Trono da Graça do Deus Altíssimo. Sim Deus do Amor maior em nossa pequenina vontade de crescermos, queremos dizer: “Queremos Te amar nosso Deus Soberano” Assim seja! Amém! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A sabedoria de Deus

cruz1 Irmãos, eu mesmo, quando fui ao encontro de vocês, não me apresentei com o prestigio  da oratória ou da sabedoria, para anunciar-lhes o mistério de Deus. 2 Entre vocês, eu não quis saber outra coisa a não ser Jesus Cristo, e Jesus Cristo crucificado. 3  Estive  no meio de vocês cheio de fraqueza, receio e tremor, 4 minha palavra e minha pregação não tinham brilho nem artifícios para seduzir os ouvintes mas a demonstração residia no poder do Espírito Santo, 5 para que vocês  acreditassem, não por causa da sabedoria dos homens, mas por causa do poder de Deus. 6 Na realidade, é aos maduros na fé que falamos de uma sabedoria que não foi dada por este mundo, nem pelas autoridades passageiras deste mundo. 7 Ensinamos uma coisa misteriosa e escondida: a sabedoria de Deus, aquela que ele projetou desde o princípio do mundo para nos levar à sua glória. 8 Nenhuma autoridade do mundo conheceu tal sabedoria, pois se a tivessem conhecido não teriam crucificado o Senhor da glória. 9 Mas, como diz a Escritura: “o que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram e o coração do homem não percebeu, foi isso que Deus preparou para aqueles que o amam.” Deus, porém, o revelou a nós pelo Espírito Santo.

“Paulo, não se serviu de artifícios humanos para anunciar o Evangelho aos coríntios. Pelo contrário, foi através da sua franqueza que ele anunciou o cerne do projeto de Deus: Jesus crucificado. Se os coríntios chegaram à fé foi pelo Espírito que agiu neles através de Paulo. Os cristãos que aprofundaram a fé possuem a verdadeira sabedoria, que consiste no seguinte: Deus salva o mundo por meio de Jesus Cristo. Esta compreensão da fé é obra do Espírito Santo; o homem que só confia em sua própria capacidade não consegue atingir essa compreensão”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, o ser humano, em sua capacidade zerada, longe da de Deus, acredita que as coisas sagradas, que provém de Deus são misteriosas e escondidas, embora devesse ser para os cristãos dignas da nossa fé; o que vem através dos homens é que precisamos nos preocupar; mas quando este ensinamento é a partir das Escrituras, porque temermos? Percebemos o que a Escritura nos diz: “Os cristãos que aprofundam a sua fé possuem a verdadeira sabedoria, que consiste: Deus salva o mundo por meio de Jesus Cristo; e que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram, o coração não percebeu, foi isso que Deus preparou para aqueles que o amam. Tudo vai se manifestando e realizando pela ação do Divino Espírito Santo. A Santíssima e Nobilíssima Trindade vem e permanece ao lado de todos que vão na medida do possível aprofundando-se na vida de espiritualidade. É aqui que podemos compreender muito bem, o homem que só confia em sua própria capacidade não consegue atingir esta compreensão. Que o nosso Deus seja amado, glorificado e adorado hoje e sempre por todos nós. Assim seja! Amém! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Deus subverte os projetos humanos

ciclo_da_vida17 De fato, Cristo não me enviou para batizar, mas para anunciar o Evangelho, sem recorrer à sabedoria da linguagem, a fim de que não se torne inútil a cruz de Cristo. 18 Pois a linguagem da cruz é loucura para aqueles que se perdem. Mas, para aqueles que se salvam, para nós, é poder de Deus. 19 Pois a Escritura diz: “Destruirei a sabedoria dos sábios e rejeitarei a inteligência dos inteligentes.” 20 Onde está o sábio? Onde está o homem culto? Onde está o homem argumentador deste mundo? Por acaso, Deus não tornou louca a sabedoria deste mundo? 21 De fato, quando Deus mostrou a sua sabedoria, o mundo não reconheceu a Deus através da sabedoria. Por isso, através da loucura que pregamos, Deus quis salvar os que acreditam. 22 Os judeus pedem sinais e os gregos procuram a sabedoria; 23 nós, porém, anunciamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. 24 Mas, para aqueles que são chamados, tanto judeus como gregos, ele é o Messias, poder de Deus e sabedoria de Deus. 25 A loucura de Deus é mais sábia do que os homens, e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.

“O Projeto de Deus é contrário aos projetos dos homens. Os homens valorizam e dão lugar aos ricos, aos poderosos, aos intelectuais, aos que têm status, beleza física, facilidade de expressão etc. Conseqüentemente, desprezam e não dão importância àqueles que não se encaixam nesses padrões. Deus, porém, subverte a sociedade e os projetos humanos: para estabelecer e realizar os seus projetos, ele se alia aos pobres, fracos  e simples, porque estes não são auto-suficientes e se abrem para Deus”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, para anunciar o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo; se faz necessário buscar a verdadeira sabedoria da linguagem, a fim de que não se torne inútil a cruz de Cristo; pois anunciamos Cristo crucificado. O Projeto de nosso Deus é diferente do projeto dos homens. Vamos observar, os homens valorizam o que? Exatamente o que o apostolo Paulo nos relata; valorizamos: beleza física, status, ricos, poderosos, facilidade de expressão, intelectuais, em fim aqueles que mais têm e possui. Enquanto que nosso Deus vai aliando-se aos pobres, aos fracos, isto, por que não são auto-suficientes, e assim facilmente se abrem ao amor, ao projeto e a vontade de nosso Deus. Vamos juntos elevar o nosso clamor ao nosso Amado Deus que vem em nossa fortaleza, a fim de que saibamos buscar as coisas sagradas, as coisas do alto, aquelas que vêm exatamente da santíssima vontade do Pai. Que o nosso Deus seja eternamente louvado e glorificado por cada um daqueles que adentrarem neste blog no dia de hoje. Assim Seja! Amém! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Divisões na Comunidade

Cristo está dividido?

I Coríntios 1,10-16

images (23)10 Eu lhes peço. Irmãos: em nome de nosso Senhor Jesus Cristo mantenham-se de acordo uns com os outros, para que não haja divisões. Sejam estreitamente unidos no mesmo espírito e no mesmo modo de pensar. 11 Meus irmãos, alguns da casa de Cloé me informaram que entre vocês existem brigas. 12 Eu me explico. É que uns dizem: “Eu sou de Paulo!” E outros: “Eu sou de Apolo!” E outros mais; “Eu sou de Pedro!” Outros ainda: “Eu sou de Cristo!” 13 Será que Cristo está dividido? Será que Paulo foi crucificado em favor de vocês? Ou será que vocês foram batizados em nome de Paulo? 14 Agradeço a Deus o fato de eu não ter batizado ninguém de vocês, a não ser Crispo e Caio. 15 Portanto, ninguém pode dizer que foi batizado em meu nome. 16 Ah! Sim. Batizei também a família de Estéfanas. Além deles, não me lembro de ter batizado nenhum outro de vocês.

“O que faz a unidade da comunidade cristã é o batismo em nome de Jesus e a submissão a ele como único Senhor. Os Evangelizadores e líderes são apenas instrumentos para levar a comunidade a Jesus Cristo. Absolutizando as pessoas, ela se divide, submetendo-se a outros senhores e falsificando a função dos líderes”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, quando as pessoas procuram estar em sintonia com o nosso Deus pela obediência, estarão sempre se mantendo de acordo uns com os outros, assim, não haverão divisões. Busquemos permanecermos estreitamente unidos no mesmo espírito e no mesmo modo de pensar, pois todos receberam a riqueza e a sabedoria do Santo Evangelho da vida cristã. O que se faz necessário a todos nós é a perseverança no testemunho de Jesus Cristo até o fim. A saber, o que nos faz viver a unidade cristã é o batismo em Nome de Jesus Cristo e a submissão a Ele como único Senhor. Bem sabemos que o Projeto de Deus é muito diferente dos projetos dos homens; vamos caminhar rumo ao projeto de Deus, o que se faz necessário para bem participá-lo, é: a vivência no amor, um amor sem distinção, a caridade a todos aqueles que necessitarem de nós; uma honestidade nas coisas do Sagrado; uma integridade fiel ao Deus da Paz e das Misericórdias. Peçamos hoje ao Senhor e Soberano da Vida, que venha em nossa defesa, quando tudo nos parecer uma estrada cheia de pedras e espinhos, que tenhamos a graça, a sabedoria e as forças para podermos desbravar os píncaros. Com uma bênção muito especial, para uma Missão muito especial. “Louvado seja o nosso Deus Soberano e Senhor da nossa Vida, que Ele seja louvado hoje e sempre”. Assim Seja! Amém! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Planos de Paulo

36618_all_059_0522 Foi esse o motivo que muitas vezes me impediu de visitar vocês. 23 Mas agora já não tenho tanto campo de ação nessas regiões. E porque há muitos anos tenho grande desejo de visitá-los, 24 quando eu for para a Espanha, espero vê-los por ocasião da minha passagem. Espero também receber ajuda de vocês para ir até lá, depois de ter desfrutado um pouco a companhia de vocês. 25 Agora vou a Jerusalém prestar um serviço aos cristãos. 26 A Macedônia e Acaia resolveram fazer uma coleta em favor dos cristãos pobres da comunidade de Jerusalém. 27 Resolveram fazer isso, porque são devedores a eles. De fato se os pagãos participaram nos bens espirituais dos judeus, eles tem obrigação de ajudá-los em suas necessidades materiais. 28 Quando eu tiver concluído essa tarefa e tiver entregue oficialmente o fruto da coleta, irei para a Espanha, passando por aí. 29 Sei que, indo até vocês, irei com a plenitude da benção de Cristo. 30 Irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e pelo amor do Espírito, peço que lutem comigo nas orações que vocês dirigem a Deus em meu favor. 31 Rezem para que eu escape dos infiéis que estão na Judéia, e para que o meu serviço a favor de Jerusalém seja bem-aceito por aquela comunidade. 32 Assim, se Deus quiser, poderei visitá-los com alegria e descansar um pouco aí entre vocês. 33 Que o Deus da paz esteja com todos vocês. Amém.

“A comunidade de Jerusalém era formada por cristãos provenientes do judaísmo. Para Paulo, a coleta material feita pelos pagãos em favor dessa comunidade pobre é sinal visível da unidade da Igreja que reúne, ao mesmo tempo, cristãos vindos do judaísmo e cristãos vindos do paganismo. Além disso, a coleta é resposta à obrigação assumida anteriormente”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, como diz o apostolo Paulo: “Que o Deus da paz esteja com todos vocês, neste dia que é para nós dádiva deste mesmo Deus que é pai de todos. E como Paulo eu peço a vocês hoje que lutem comigo e com as SERVAS, nas orações que vocês dirigirem a Deus neste dia em meu favor. Peço também que as vossas orações subam até ao Trono da Graça, impetrando de Deus o favor urgente em benefício dos que sofrem e necessitam de mim. As suas orações hoje terão o valor grandioso diante do Pai das Misericórdias, subindo como um incenso de agradável odor, diante do Trono da Graça, pedindo em favor desta causa tão difícil, mas o Grande e poderoso Juiz será o próprio Deus. Desde já agradeço a todos por este momento tão sublime, que requer o poder do Altíssimo. A todos que adentrarem nesta corrente gloriosa, receba também em seu favor as mais copiosas bênçãos do CÉU. “Que Deus seja louvado hoje e sempre.” Amém! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O Sacerdócio de Paulo

saopauloap14 Meus irmãos, também eu estou pessoalmente convencido de que vocês estão cheios de bondade e repletos de todo conhecimento, para se corrigirem uns aos outros. 15 Todavia, escrevi a vocês, em parte com certa ousadia, para lhes reavivar a memória, em vista da graça que me foi concedida por Deus. 16 Sou ministro de Jesus Cristo entre os pagãos, e a minha função sagrada é anunciar o Evangelho de Deus a fim de que os pagãos se tornem oferta aceita e santificada pelo Espírito Santo. 17 Tenho, portanto, motivo para me orgulhar em Jesus  Cristo a propósito da obra de Deus. 18 Eu não ousaria mencionar nada a não ser o que Cristo fez, através de mim, para levar os pagãos à obediência pela palavra e pela ação; 19 mediante o poder dos sinais e prodígios, pelo poder do Espírito de Deus. Assim, desde Jerusalém e seus arredores até a Ilíria, levei a cabo o anuncio do Evangelho de Cristo. 20 Fiz questão de anunciar o Evangelho onde o nome de Cristo ainda não havia sido anunciado, a fim de não construir sobre alicerces que outro havia colocado. 21 Desse modo, estou fazendo o que a Escritura diz “Aqueles aos quais não tinha sido anunciado, verão: e os que não tinham ouvido, compreenderão”.

“Paulo fala de seu ministério em termos de sacerdócio. Não um sacerdócio que se realiza sobre o altar, e sim através da evangelização, que reúne os homens na fé e na solidariedade com o mistério da morte e ressurreição de Cristo”

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, hoje o apóstolo Paulo nos fala sobre a evangelização, mas será que para evangelizar é preciso sair gritando pelas ruas, praças, esquinas e etc? Ou podemos fazer isso em nossa vida cotidiana. Acredito que não existe maneira melhor de evangelizar do que com a própria vida, com nossa postura de verdadeiros seguidores de Jesus Cristo, pois as palavras comovem o testemunho arrasta, então procure ser um exemplo dentro de sua própria casa mesmo que seja criticado (a) ou que as pessoas da sua família não valorizem o que você está fazendo continue, mais tarde quando você não estiver no meio deles; eles se lembrarão do seu exemplo e ao menos tentarão viver dessa maneira, outra coisa que São Paulo nos propõe é: corrigir um ao outro e esta é a 3ª obra de Misericórdia Espiritual, embora também tenhamos nossos erros não podemos nos omitir e deixar um irmão errar, pois se com caridade mostrarmos o erro dele, ele se voltará para Deus e nós não teremos que prestar contas de omissão à Nosso Senhor, procuremos também viver a humildade e deixar espaço para sermos corrigidos pelos nossos erros para assim vivermos como verdadeiros Cristãos. Então vamos todos hoje anunciar Jesus Cristo, mas com o nosso modo de agir; com palavras somente se for necessário. Que Deus derrame toda fortaleza para assim vivermos. Amém. Assim seja.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Acolhimento mútuo

{0351AFA2-27FD-414B-9E78-06906D15ACBF}_21052013_cancer_interna7 Acolham-se uns aos outros, como Cristo acolheu vocês, para a glória de Deus. 8 Digo a vocês que Cristo se tornou servidor dos judeus em vista da fidelidade de Deus a fim de cumprir as promessas feitas aos patriarcas. 9 As nações pagãs, porém,  dão glória a Deus por causa da misericórdia dele, conforme diz a Escritura: “Por isso eu te celebrarei entre as nações pagãs e cantarei hinos ao teu nome”. 10 A Escritura também diz: “Nações pagãs alegrem-se com o povo de Deus”. 11 E diz ainda “Nações pagãs todas, louvem ao Senhor, e todos os povos o celebrem”. 12 E Isaias também diz: “Aparecerá o broto de Jessé, aquele que se levanta para governar as nações pagãs. Nele as nações pagãs colocarão a sua esperança”. 13 Que o Deus da Esperança encha vocês de completa alegria e paz na fé, para que vocês transbordem de esperança, pela força do Espírito Santo.

“O acolhimento mútuo no amor é o caminho para que as mentalidades diferentes não quebrem a união da comunidade. Assim fez Cristo, que acolheu pagãos e judeus num só povo. Alem disso, a comunidade não deve julgar que o fato de pertencer ao povo de Deus seja privilégio que a separa dos outros; antes, é fonte de responsabilidade, pois a vocação da comunidade é acolher todos como irmãos, testemunhando assim o projeto divino de reunir todos os homens”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, a virtude de acolhimento ao irmão e irmã se observarmos é um dom, é uma dádiva dada pelo nosso Deus através de nosso Senhor Jesus Cristo. O que prevalecerá nesta história é o grande amor de Deus por cada um de nós; principalmente quando este amor é doado por nós sem distinção de pessoas, seja grego ou troiano todos estão sob o olhar de Deus. Então cabe aqui para todos nós, nos capacitarmos neste amor gratuito de Deus por nós e veremos tantas maravilhas se realizando e manifestando, pois tudo vem de Deus e volta para Ele, tudo passa, só não passara o amor a caridade realizada para o bem dos irmãos e irmãs. Eu pedirei ao nosso bom Deus a graça deste amor acolhedor a cada um desde já com a sabedoria do entendimento. Assim seja! Amém! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Colocar-se a serviço do outro

img21 Nós, que somos os fortes devemos suportar a fraqueza dos fracos, e não procurarmos o que nos agrada. 2 Cada um de nós procure agradar a seu próximo em vista do bem, para edificar, 3 Cristo não procurou agradar a si mesmo; ao contrário, como diz a Escritura “Os insultos daqueles que te insultam caíram sobre mim.” 4 Ora, tudo isso que foi escrito antes de nós foi escrito para a nossa instrução, para que, em virtude da perseverança  e consolação que as Escrituras nos dão, conservemos a esperança. 5 O Deus da perseverança e da consolação conceda que vocês tenham os mesmos sentimentos uns com os outros, a exemplo de Jesus Cristo. 6 E assim vocês, juntos e a uma só voz, dêem glória ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo.

“Os cristãos mais conscientes não devem usar sua força e prestigio para impor aos outros a própria opinião e conseguir poderes sobre a comunidade. Não foi esse o modo de proceder de Jesus Cristo, que veio para servir e dar a vida. O respeito e o bem dos outros são o maior sinal do cristão consciente”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, o cristão jamais deverá usar da própria força para oprimir o próximo seja qual for o motivo, Deus não nos outorgou a nada disso. Cabe-nos sim a vivência fraterna, o amor mútuo, a caridade, estas virtudes nos foram ensinadas para que a nossa vida fosse moldada no exemplo de Jesus Cristo que fez tudo por amor Misericordioso; parece nos difícil, mas se quisermos podemos viver maravilhosamente sem ofender o irmão e a irmã. Quando procuramos aprofundar os nossos conhecimentos na doutrina cristã, encontramos tudo nas Escrituras, veremos que a vida que Deus deseja de todos nós é maravilhosa, vale apena usufruir as graças do Senhor Deus, pois assim foi criado tudo para o bem estar da criatura de Deus. Vivamos bem e veremos que seremos todos abençoados com bênçãos copiosas. No amor de Deus que é Pai. Que Deus seja hoje e sempre amado, louvado e glorificado. Amém! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Não escandalizar o irmão

Romanos 14, 15-23

Barakat-compulsão15 Se, por questão de alimento, você deixa seu irmão triste, você não está agindo com amor. Portanto, o alimento que você come não seja causa de perdição para aquele por quem Cristo morreu. 16 Não dêem motivo para outros falarem mal daquilo que é bom para vocês.  17 O Reino de Deus não é questão de comida ou bebida; é justiça, paz e alegria no Espírito Santo. 18 Quem serve a Cristo nessas coisas agrada a Deus e é estimado pelos homens. 19 Portanto, busquemos sempre as coisas que trazem paz e edificação mutua. 20 Não destrua a obra de Deus por uma questão de comida!  Todas as coisas são puras. Mas é mau para um homem comer provocando escândalo. 21 É melhor não comer carne, nem beber vinho ou qualquer outra coisa, quando isso é ocasião de tropeço, escândalo e queda para o irmão. 22 Guarde para você, diante de Deus, a convicção que você tem. Feliz aquele que não condena a si mesmo na decisão que toma. 23 Mas quem duvida e assim mesmo toma o alimento é condenado, pois o seu comportamento não provém de uma convicção. E tudo o que não provém de uma convicção é pecado.

“Cada um deve viver a fé com autenticidade, seguindo a própria consciência e agindo conforme as próprias convicções. O cristão, porém, está inserido no contexto maior da convivência fraterna, onde o amor preside a todos os relacionamentos e impede que um irmão seja motivo de escândalo ou ofensa para o outro. Até as coisas mais lícitas devem ser deixadas de lado, quando entra em jogo o crescimento mútuo em vista do Reino de Deus, Reino que é justiça, paz e alegria no Espírito Santo”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãsrealmente o Apostolo Paulo ao dirigir as suas cartas às diversas comunidades cristãs, ele foi muito claro em suas palavras, vejamos, desde a alimentação. As vezes parece-nos coisas muito insignificante, porém, se olharmos podemos sim pecar gravemente quando exigimos que o outro come do nosso jeito, e ainda, achamos que estamos certos. Paulo até nos pede que o alimento que alguém come não se torne causa de condenação, não dê motivo para que os outros falem mal daquilo que é bom, mas só para você; e o pior mal quando esta pessoa é uma criança. Quando tratamos alguém assim seja criança, adolescentes, jovens, adultos ou idosos é por que não vivemos uma fé autentica e verdadeira, “pois o próprio Jesus Cristo disse: não façais aos outros aquilo que não quereis que outros vos façam”. Bem sabemos que será na mesma medida que iremos receber. Então é melhor saber que nem tudo o que é bom para mim será bom para o outro. Que o nosso bom Deus nos dê as graças necessárias para percebermos que atitude devemos tomar em relação com os nossos irmãos, seja eles quer for, pois para Deus não há distinção de pessoas. E assim que Deus seja louvado hoje e sempre. Amém! Aleluia! Paz e Misericórdia!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário