Santificado seja o vosso Nome

sagrada familia-

 

Pedimos a Deus que santifique seu Nome, porque é pela santidade que Ele salva e santifica toda a criação. Trata-se do Nome que dá a salvação ao mundo perdido, mas pedimos que este Nome de Deus seja santificado em nós por nossa vida. Pois, se vivermos bem, o Nome divino é bendito; mas, se vivermos mal, ele é blasfemado, segundo a palavra do Apóstolo: “O Nome de Deus está sendo blasfemado por vossa causa entre os pagãos” (Rm 2,24). Rezamos, portanto, para merecer ter em nossas almas tanta santidade quanto é santo o Nome de nosso Deus (Jo 14,13).

    Quando dizemos “santificado seja o vosso Nome”, pedimos que ele seja santificado em nós que estamos nele, mas também nos outros que a graça de Deus ainda aguarda a fim de conformar-nos ao preceito que nos obriga a rezar por todos, mesmo por nossos inimigos. É por isso que não dizemos expressamente: vosso Nome seja santificado “em nós”, porque pedimos que ele seja em todos os homens.

Este pedido que contém todos os pedidos, é atendido pela oração de Cristo, como os seis outros que seguem. A oração ao nosso Pai é nossa oração se for rezada “no Nome de Jesus”. Jesus pede em sua oração sacerdotal: “Pai santo, guarda em teu Nome os que me deste” (Jo 17,11).

O Reino de Deus pode até significar o Cristo em pessoa, a quem invocamos com nossas súplicas todos os dias e cuja vinda queremos apressar por nossa espera.  Assim como Ele é a nossa Ressurreição, pois nele nós ressuscitamos, assim também pode ser o Reino de Deus, pois nele nós reinaremos. Até quando Senhor tardarás a pedir contas de nosso sangue aos habitantes da terra? (Ap 6,10). Eles devem, com efeito, obter justiça no fim dos tempos. Senhor apressa, portanto à vinda de teu reinado. (Tt2, 13).

   “O Reino de Deus é justiça, paz e alegria no Espírito Santo” (Rm 14,17). Os últimos tempos, que estamos vivendo, são os tempos da efusão do Espírito Santo. Trata-se, por conseguinte, um combate decisivo entre “a carne” e o  “Espírito” (Gl 5,16-25).

Só um coração puro pode dizer com segurança: “Venha a nós o vosso Reino”. É preciso ter aprendido com Paulo para dizer: “Portanto, que o pecado não impere mais em vosso corpo mortal” (Rm 6,12). Quem se conserva puro em suas ações, em seus pensamentos e em suas palavras pode dizer a Deus: “Venha o vosso Reino” (EM 31).

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s