Continuidade do Salmo 109 – Deus é advogado dos pobres

filho_prodigo1

 

 16 Porque ele não se lembrou de agir com clemência, porque perseguiu o pobre e o indigente, e até a morte o coração contrito. 17 Ele amou a maldição: que esta recaia sobre ele. Ele não buscou a benção: que ela o abandone. 18 Vestia-se de maldição: como de um manto: que ela penetre suas entranhas como água, e como óleo em seus ossos. 19 Seja para ele como roupa a cobri-lo, como cinto que o aperte sempre!  20 Que javé pague assim os que me acusam os que proferem o mal contra mim! 21 Tu, porém, Javé, trata-me bem, por teu amor, 22 porque eu sou um pobre indigente, e dentro de mim, o meu coração está ferido. 23 Vou passando, como sombra que se expande, sou atirado para longe, como gafanhoto. 24 Jejuei tanto, que meus joelhos se dobram, e sem óleo minha carne emagrece. 25 Tornei-me para eles um ultraje, e os que me vêem balançam a cabeça. 26 Javé, meu Deus, vem socorrer-me! Salva-me por teu amor! 27 Reconheçam que tudo isso vem de tua mão, que foste tu Javé, quem o fez! 28 Que eles mendigam… Bendize-me tu! Que meus inimigos fracassem, enquanto o teu servo se alegra. 29 Cubra-se de infâmia os que me acusam, e a vergonha os envolva como um manto. 30 Agradecerei a Javé em alta voz, e o louvarei no meio da multidão, 31 pois, ele se colocou à direita do pobre, para salvar a sua vida da mão dos juízes.

“O pedido de justiça implica a inversão das acusações, dirigindo-as agora contra o inimigo acusador. Esta apelação, em forma de súplica, não é feita no tribunal, mas se dirige diretamente a Deus, supremo juiz. A promessa de agradecimento traz o grande anúncio: Deus se torna advogado dos pobres, condenando as instituições corrompidas”.

Reflexão:

               Poderíamos dizer que Deus é um Pai severo; vejamos na família quando um pai vê seus filhos, cada um seguindo, conforme suas idéias pessoais, deixando de lado o que o pai explicou, orientou, enquanto um outro em tudo segue as orientações dele; é real que o pai vai investir mais naquele que segue um caminho mais sincero, verdadeiro, transparente, que o pai lhe indicou, ou lhes testemunhou; este pai, vai atender todas as solicitações do último, dando-lhe mais atenção. Por que isso? Cada um tem a seu livre arbítrio. Quanto a Deus, nós conhecemos os 10 Mandamentos, a Sagrada Escrituras e se formos fieis as Leis de Deus veremos o quanto estará sempre ao nosso lado. Está bem claro que quando um indigente, um pobre é perseguido, se este está sempre em sintonia com Deus as suas súplicas serão atendidas. Enquanto permanecermos de joelhos, muitos de coração ferido e machucado permanecerão de pé. Aleluia! Aleluia! Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s