Salmo 110- 1-7- A Função do Rei

Sem_título24

 

1 Oráculo de Javé ao meu Senhor: ”Sente-se a minha direita, e eu farei de seus inimigos o estrado de seus pés”. 2 Desde Sião, Javé estenderá o poder do ser cetro: submeta na batalha os seus inimigos. 3 “Você é príncipe desde o dia do seu nascimento, entre esplendores sagrados.  Eu mesmo o gerei, como orvalho, antes da aurora”. 4 Javé jurou e jamais desmentirá: “Você é sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedec”. 5 O Senhor está a sua direita e esmagará os reis no dia da ira. 6 Pronunciará a sentença contra as nações, amontoará cadáveres e esmagará cabeça por toda a imensidão da terra. 7 Em seu caminho beberá da torrente, e por isso levantará a cabeça.

“Israel concede a autoridade do rei como participação no governo de Deus, que defende dos inimigos o seu povo. Chamado a realizar a própria ação de Deus, deseja-se que o rei vença todos os inimigos. O rei era considerado filho adotivo de Deus (Sl 2,7). O rei é também sacerdote-mediador, Jerusalém era governada por sacerdotes. Chamado a executar a própria ação de Deus, o rei goza do seu auxilio e proteção”.

Reflexão

              Segundo a promessa de nosso Deus, ele esmagará não só a cabeça de reis infiéis. Aqueles que atendem ao chamado deste Deus Supremo e Soberano tenham certeza que estará bem perto do trono, pois Ele mesmo é fiel a todos nós. Cada um de nós somos chamados a fazer experiência desta dinâmica de misericórdia do Deus Infinito. Veremos que não nos decepcionaremos Ele é amor e é fiel aos seus filhos.

Se buscarmos ser fieis aos mandamentos da Lei de Deus, se caminharmos como que voltados para o Deus Amor e ao mesmo tempo para o irmão sofredor, o irmão que necessita de mãos estendidas veremos que os raios da “Divina Misericórdia” se derramará sobre nós em abundancia a ponto de cada vez mais ir ao encontro dos mais necessitados. É dom de Deus  sermos serviçais. Este dom é derramado em abundancia na medida em que vamos ao encontro destes irmãos sofredores.  O amor, a bondade a fraternidade, a alegria, a generosidade cada vez mais nos envolverá isto, quanto mais nos colocarmos a serviço do outro.

Jesus disse a Santa Faustina: “A humanidade não encontrará tranqüilidade, nem paz, enquanto não se voltar com inteira confiança à Minha Misericórdia”.

Aproximando à Festa da Divina Misericórdia, procuremos nos aproximar mais da promessa deste amor Maior pela CONFIANÇA na Grande Misericórdia jorrada do lado aberto de Jesus Cristo. Amém! Aleluia!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s