A tentação do Justo

                                Salmo 141, 1 -10

 Jó

1 Javé, eu te chamo, socorre-me depressa! Ouve a minha voz quando eu clamo para ti! 2 Suba a minha prece como incenso à tua presença, minhas mãos erguidas como oferta vespertina ! 3 Javé, coloca em minha boca uma guarda, uma sentinela à porta dos meus lábios.  4 Impede meu coração de se inclinar para o mal, de cometer crimes junto com os malfeitores. Não vou participar de seus banquetes! 5 Que o justo me bata, que o bom me corrija. Que o óleo do injusto não me perfume a cabeça, pois eu iria me comprometer com suas maldades. 6 Se chefes caíram, despencando-se, embora ouvissem as minhas palavras amáveis. 7 Como pedra de moinho, rebentada por terra, nossos ossos estão espalhados junto à boca do túmulo. 8 Para ti, Javé, eu elevo os meus olhos, eu me refugio em ti, não me deixes indefeso, 9 Guarda-me das armadilhas que prepararam para mim, e das ciladas dos malfeitores. 10 Caiam os injustos em suas próprias redes enquanto eu escapo, em liberdade!

Súplica contra a tentação de se deixar seduzir pelos injustos. Tarde e noite são os momentos propícios para a súplica. A grande tentação para o justo é ver a insolência e prosperidade dos injustos, que parecem ficar sempre impunes. Súplica final só Deus pode proteger o justo para que este não caia na tentação”.

REFLEXÃO:

                   Toda a criatura humana que confia, acreditando no poder absoluto de Deus Pai e Criador da humanidade, este verá que todas as vezes que passarmos por situações e clamarmos ou chamar pelo seu socorro Ele virá depressa! Eis aí a grande necessidade de estarmos sempre na presença Dele; quando recorrermos nos momentos difíceis Ele atenderá a súplica feita. Muitas vezes sabemos de alguém que nos questiona: por que tem pessoas más que tudo o que querem e desejam recebem rapidamente? Não devemos pensar assim, pois o nosso Deus Ele dá aos bons e aos maus de tudo que é necessário para viver. Para Deus não há distinção nenhuma, como muitas vezes nós julgamos segundo os nossos caprichos e idéias sem fundamentos. Se prestarmos a atenção como Deus cuida do seu povo é totalmente diferente de nós: “O sol é para todos; a chuva é para todos; o alimento é para todos”; enquanto o homem põe limite para o IRMÃO em tudo”.

Comecemos a rezar, participando fielmente da campanha do livramento, assim nós seremos mais caritativos com aqueles que sofrem. Parece até que é eterno o seu sofrer. Que o nosso Deus tenha compaixão de todos nós e nos abençoe com vida em abundancia e prospera. Amém! Aleluia!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s