Louvor sem fim

255075_228815873810772_100000470835412_1011676_3523095_n

1 Aleluia! Louvem a Deus no seu templo, louvem a ele no seu poderoso firmamento! 2 Louvem a Deus por suas façanhas, louvem a ele por sua imensa grandeza! 3 Louvem a Deus tocando trombetas, louvem a ele com cítara e harpa! 4 Louvem a Deus com dança e tambor, louvem a ele com  cordas e flautas! 5 Louvem a ele com címbalos sonoros, louvem a ele com címbalos vibrantes! 6 Todo ser que respira louve a Javé! Aleluia! (Sl 150,1-6) 1 Feliz o homem que não vai ao conselho dos injustos, não pára no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores. 2 Pelo contrário: seu prazer está na lei de Javé, e medita sua lei, dia e noite. 3 Ele é como arvore plantada junto d’água corrente; dá fruto no tempo devido, e suas folhas nunca murcham. Tudo o que ele faz é bem sucedido. 4 Não são assim os injustos! Não são assim! Pelo contrário: são como palha que o vento arrebata… 5 Por isso os injustos não ficarão de pé no julgamento, nem os pecadores na assembléia dos justos. 6 Porque Javé conhece o caminho dos justos, enquanto o caminho dos injustos perece. (Sl 1,1-6)

“Hino de louvor, encerrando o saltério. O louvor começa no Templo, casa de Deus e casa do povo. Façanhas são as intervenções que Deus realiza na história. Hino com orquestra plena, lembrando que a tarefa principal de qualquer ser que respeita é louvar a Deus. É como um convite de estilo sapiencial para ler o salmo na perspectiva do Deus que toma posição no conflito social, aliando-se aos justos, fiéis ao seu projeto, e condenando os injustos. Os justos não aderem de maneira alguma à ordem social perversa, promovida pelos injustos. Ao contrário, eles vivem continuamente meditando no projeto de Javé, a fim de colocá-lo em pratica. Esse é o caminho da felicidade. A adesão ao projeto de Deus faz com que os justos tenham plena vitalidade e eficácia para organizar uma nova ordem social, Os injustos e a injustiça não têm consistência. Os injustos serão sempre declarados culpados diante de Deus”.

REFLEXÃO:

                Nós permanecendo na fidelidade em acompanhar fielmente a palavra de Deus, veremos que é aí, que encontraremos a felicidade, a alegria, a docilidade, a perseverança, a fé, e como celebramos no domingo a Festa de Pentecostes, aqueles que estavam abertos a ação do Divino Paraclito, receberam os sete dons; com estes dons seremos fortes, teremos a sabedoria, veremos que o entendimento será bem mais fácil, em todas as coisas que é de Deus. A promessa de Jesus Cristo se cumpriu, Ele mandaria o Espírito Santo para enxugar o pranto de todos aqueles que choram. “Bem aventurado os que choram por que serão consolados”. Elevemos o grande louvor aos céus, dando graças ao Deus do Amor Maior, ao Deus da Paz; Quanto maior for o nosso louvor, mais veremos com nitidez a presença salvifica do Espírito Santo Paraclito em nossas vidas. A promessa de Deus não falha para com os justos. Com a benção do Pai Celeste a todos que adentrarem neste blog. Amém! Aleluia!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s