Responde-me, Javé, com a bondade do teu amor!

                                                      Salmo 69, 14-24 e 30-36JOSE_DO_EGITO

14 Quanto a mim, dirijo minha prece a ti! Javé, no tempo favorável responde-me, por teu grande amor, e ajuda-me com tua fidelidade. 15 Arranca-me da lama, para que eu não me afunde. Liberta-me dos que me odeiam e das águas sem fundo. 16 Que a correnteza não me arraste, nem o lodo profundo me engula, e que o poço não feche sobre mim a sua boca. 17 Responde-me, Javé, com a bondade do teu amor! Volta-te para mim, com tua grande compaixão! 18 Não escondas a tua face para o teu servo: estou oprimido, responde-me depressa! 19 Aproxima-te de mim, resgata-me! Liberta-me dos meus inimigos! 20 Tu conheces a afronta que sofro, a minha vergonha e confusão. Meus opressores estão todos diante de ti. 21 A afronta deles partiu-me o coração, e estou desfalecendo. Espero compaixão, e nada! Espero consoladores, e não o encontro! 22 Como alimento me deram fel, e na minha sede me deram vinagre. 23 Que sua mesa seja armadilha para eles, e sua abundancia uma cilada. 24 Que seus olhos fiquem turvos e não enxerguem, que suas costas fraquejem sempre! 30 Quanto a mim, pobre e ferido, que tua salvação, ó Deus, me proteja! 31 Louvarei o nome de Deus com um cântico, e o engrandecerei com ação de graças. 32 Isso é mais que um novilho com chifres e cascos. 33 Que os pobres vejam e se alegrem. Busquem a Deus, e vocês terão coragem! 34 Porque Javé ouve os indigentes, e nunca rejeita os seus cativos. 35 Que o céu e a terra o louvem, o mar e tudo o que nele se move! 36 Sim, Deus vai salvar Sião, vai reconstruir as cidades de Judá! Nela habitarão e a possuirão!

“Nada podendo fazer, e não tendo ninguém que o defenda, o salmista recorre a Deus numa espécie de desafio: que ele dê provas de seu amor e fidelidade. Este pedido de justiça implica em condenar os verdadeiros culpados, que muitas vezes se disfarçam atrás de acusações e condenações contra os justos. Promessa de ação de graça. Quando o pobre e o fraco são libertados, também os outros se alegram e se encorajam, descobrindo que Deus está aliado com eles. Essa é a maior glória para Deus”.

REFLEXÃO:

                  Que todos nós possamos dirigir as preces, as súplicas, o clamor e o louvor ao Senhor Deus, seja na hora da insegurança, das dificuldades, dos sofrimentos e da doença; certos de que na hora favorável o Senhor responde a cada um por seu grande e soberano amor, com Sua fidelidade de Pai Misericordioso, não esquece nenhum daqueles que os amam. O salmista mostra a sua insistência pedindo a Deus, que o ajude com a fidelidade do Senhor, que o liberta dos que o odeiam; da água sem fundo; que o poço não feche sobre ele a sua boca; pois que ele está oprimido, pedindo que o responda depressa. Quanto a nós sejamos fieis ao Senhor Deus de nossos pais, que Ele não nos abandone e que esteja sempre ao nosso lado, a cada momento de nossa vida. Para isso se torna urgente que quem assim o quer precisa ter uma fé forte e uma esperança viva. Que este mesmo Deus derrame sobre nós as mais efusivas bênçãos dos céus, bênçãos especiais para uma MISSÃO ESPECIAL. “Que Deus seja louvado”!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s