É a Força De Deus Que Salva

                                                                                            Romanos 1, 16 -26

IMG-20130220-WA0001   16 Não me envergonho do Evangelho, pois ele é  força de Deus para a salvação de todo aquele que acredita, do judeu em primeiro lugar, mas também do grego. De fato, no evangelho a justiça se revela única e exclusivamente através da fé, conforme diz a Escritura: “o justo vive pela fé”. A ira de Deus se manifesta do céu contra toda impiedade e injustiça dos homens, que com injustiça sufocam a verdade. Pois aquilo que é possível conhecer de Deus foi manifestado aos homens, e foi o próprio Deus quem o manifestou. De fato, desde a criação do mundo, as perfeições invisíveis de Deus, tais como o seu poder eterno e sua divindade, podem ser contempladas, através da inteligência, nas obras que ele realizou. Os homens, portanto, conhecendo a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças. Pelo contrário, perderam-se em raciocínios vazios, e sua mente ficou obscurecida. Pretendendo ser sábios, tornaram-se tolos, trocando a glória de Deus imortal por estátuas de homem mortal, de pássaro, animais e repteis. Foi por isso que Deus os entregou, conforme os desejos do coração deles, à impureza com que desonram seus próprios corpos. Eles trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amem.

“Os Judeus orgulhosamente se consideram superiores aos pagãos, por terem a Lei de Moises, revelada pelo próprio Deus. No entanto, Paulo mostra que a situação de judeus e pagãos é igual; os judeus serão julgados pela Lei, porque a conhecem; os pagãos serão julgados de acordo com a própria consciência. Não basta conhecer a Lei. O importante é fazer o que a Lei manda. Por isso, diz Paulo, muitos pagãos não conhecem a Lei, mas, na vida prática, fazem o que a Lei pede; por isso, são melhores que os judeus, que conhecem Lei, mas não a praticam. Além do mais, com sua hipocrisia, os judeus acabam desmoralizando o próprio Deus”.

REFLEXÃO:

                Que a verdade de nosso Deus jamais seja revertida pela mentira, que jamais a adoração devida ao Supremo Criador seja trocada pela adoração de homens e animais. Ele, nosso Deus entrega cada um conforme as suas ações atitudes e desejos dos seus corações. Isto é quando os homens trocam a verdade de Deus pelas mentiras impurezas, que em nada podem substituir o Criador da Criatura, por mais que a ilusão leve as coisa banais; o Deus Supremo será sempre Ele todo merecedor da honra, gloria, exaltação e adoração. Que o Altíssimo e Soberano Deus e Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo nos dê as graças necessárias para sermos fieis e íntegros somente a Ele o Deus de Amor e Misericórdia digno de todo Louvor, Honra e Adoração. Amém. Assim seja!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s