A condição do povo judeu não é melhor

                                                                                                  Romanos 2,1-11

nao julgueis, atire a primeira pedra... 1 Homem, você julga os outros? Seja quem for, você não tem desculpa. Pois, se julga os outros e faz o mesmo que eles fazem, você está condenando a si próprio. 2 Sabemos, porém, que Deus é justo quando condena os que praticam tais coisas. 3 Mas você, que faz as mesmas coisas que condena nos outros, pensa que escapará do julgamento de Deus? 4  Ou será que você despreza a riqueza da bondade de Deus, da sua paciência e generosidade, desconhecendo que a bondade dele convida você à conversão?  5 Pela teimosia e dureza de coração, você está amontoando ira contra si mesmo para o dia da ira, quando o justo julgamento de Deus vai se revelar, 6 retribuindo a cada um conforme  as suas próprias ações:  7 a vida eterna para aqueles que perseveram na prática do bem, buscando a glória, a honra e a imortalidade; 8 pelo contrário, a ira e indignação  para aqueles que se revoltam e rejeitam a verdade, para obedecerem à injustiça. 9 Haverá tribulação e angustia para todo aquele que pratica o mal, primeiro para o judeu, depois para o grego. 10 Mas haverá glória, honra paz para todo aquele que prática o bem, primeiro para o judeu, depois para o grego. 11 Pois Deus não faz distinção de pessoas.

“Paulo analisa agora o sistema de vida dos judeus. Ele é mais severo ainda, e mostra que o judeu não tem força moral para julgar o pagão. De fato, os judeus receberam a revelação e conhecem a vontade de Deus. Apesar disso, vivem praticamente como os pagãos. Por isso o julgamento se torna para eles ainda mais rigoroso. Nada adianta professar a fé com palavras e idéias, porque Deus, ao julgar, leva em conta aquilo que o homem pratica, as suas ações concretas sem fazer diferença entre as pessoas.”

REFLEXÃO:

                  Vemos aqui o quanto os homens costumam julgar as pessoas, é como se fosse normal; então o interessante é que quanto mais fazermos juízos temerários, estaremos condenando a si próprios, Paulo já nos disse que o justo julgamento de Deus vai se revelar; retribuindo conforme a ação de cada um. Sabemos também que para aqueles que fazem julgamentos falsos dos irmãos receberá uma boa media, pois a mesma virá do próprio Deus e não dos homens. O criador nosso Deus não faz distinção de pessoas, porém, olha as suas ações. Por isso hoje somos irmãos e irmãs convidados a sermos mais atentos com as nossas ações se são elas boas ou más; assim podemos nos emendar para o melhor em nossas vidas, que o Deus supremo Criador de tudo, possa ver o nosso coração cheio de amor, bondade e paz, assim a recompensa será das melhores. Assim seja. Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s