A raiz sustenta a árvore

Romanos 11, 16-24

CJ703

16 Se os primeiros frutos são santos, toda a massa também será santa; se a raiz é santa, os ramos também serão santos. 17 Se alguns ramos foram cortados, e você, oliveira selvagem, foi enxertada no lugar deles e agora recebe a seiva das raízes, 18 não se envaideça nem despreze os ramos. Se você se orgulha, saiba que não é você que sustenta a raiz, mas a raiz que sustenta você. 19 Você poderá dizer: “Os ramos foram cortados para que eu fosse enxertada”. 20 Certo! Mas eles foram cortados por causa da falta de fé deles, ao passo que você permanece firme pela fé. Não fique cheia de soberba, mas de temor, 21 porque, se Deus não poupou os ramos naturais, também não poupará você. 22 Considere, portanto, a bondade e severidade de Deus: severidade para com aqueles que caíram, mas bondade de Deus para com você, sob a condição, porém, de que seja fiel a essa bondade. Do contrário, você também será cortada. 23 Quanto a eles, se não permanecerem na falta de fé, serão enxertados, pois Deus é capaz de enxertá-los de novo. 24 Pois, se você foi cortada de uma oliveira selvagem e contra a natureza foi enxertada na oliveira boa, tanto mais eles poderão ser enxertados na própria oliveira boa à qual pertencem.

“Os pagãos convertidos seriam tentados a desprezar os judeus. Paulo, então, lembra que o cristianismo nasceu do povo judaico e que os pagãos convertidos são como enxerto no povo de Deus. E ainda mostra, pela mesma comparação, que os judeus podem aderir ao Evangelho e produzir frutos com maior facilidade, pois pertencem à raiz original. Por outro lado, também os pagãos convertidos correm o perigo de perder a fé e ser cortados do tronco onde foram enxertados.”

Reflexão:

Amados irmãos e irmãs em Cristo. Todos nós sofremos a desventura do orgulho; alguns mais outros menos, mas ninguém pode se dizer totalmente livre dele, pois é algo que já nasce com a gente, mas não é por isso que temos que deixá-lo nos dominar; ao contrário devemos combatê-lo constantemente para ao menos subjugá-lo dentro de nós, esse é o único meio de sermos fiéis a Deus, porque o orgulho ataca diretamente a nossa fé. Por isso é que São Paulo exortava tanto os pagãos convertidos a não se orgulharem, nós também corremos o perigo de que a nossa fé seja aniquilada se não vigiarmos. Mas nosso Deus é tão amoroso que sabendo disso não nos desampara Ele esta sempre perto de nós mesmo quando nos distanciamos Dele, busquemos então corresponder ao amor de Deus com confiança filial, vamos correr a Ele em todos os momentos da nossa vida, seja na dor, no sofrimento, nas dificuldades, nas aflições, mas não O deixemos de lado também nas conquistas, nas vitórias, nas alegrias. Vamos nos unir a Deus em todo instante e estaremos sempre em muito boa companhia. Que os céus se abram e derramem todas as graças para assim vivermos. Amém. Assim seja. Deus abençoe a todos hoje e sempre.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s