O testemunho é prova da ressurreição

I Cor 15,29-34

Jesus oferta

29 Se não fosse assim, o que ganhariam aqueles que se fazem batizar em favor dos mortos? Se os mortos realmente não ressuscitam, por que se fazer batizar em favor deles? 30 E nós mesmos porque nos expomos ao perigo a todo momento? 31 Diariamente estou correndo perigo de morte, tão certo, irmãos, quanto são vocês a minha glória em Jesus Cristo nosso Senhor. 32 Para mim, de que teria adiantado lutar contra as feras em Éfeso, se eu tivesse apenas interesses humanos? Se os mortos não ressuscitam, comamos e bebamos, pois amanhã morreremos. 33 Não se deixem iludir: as más companhias corrompem os bons costumes. 34 Voltem a viver a vida séria e correta; e não pequem. Pois alguns de vocês ignoram tudo a respeito de Deus. Digo isso para que vocês sintam vergonha.

“Dois argumentos apóiam a fé na ressurreição: o batismo pelos mortos e o testemunho cristão que não teme a morte. Quanto ao batismo pelos mortos, trata-se de um rito desconhecido com que cristão procuravam assegurar a salvação de seus parentes falecidos.”

Reflexão:

Amados irmãos e irmãs em Cristo. Paulo hoje nos exorta a rever nossa fé; no que realmente acreditamos cremos na ressurreição dos mortos e na vida eterna? Caso a resposta seja sim então precisamos verificar como estamos vivendo, estamos nos preparando para a eternidade ou estamos vivendo como aquelas pessoas que só pensam em aproveitar o momento, experimentando de tudo sem se preocupar com nada como se tudo terminasse com a morte, reconheço que este é um assunto que incomoda a muitos, mas como nos fala um santo “só teme a morte quem se deleita com o pecado” (Imitação de Cristo); portanto se procuramos viver uma vida séria e correta, embora tenhamos nossas quedas não temos o que temer afinal o batismo rompe toda a raiz do pecado, mas deixar de pecar por completo nenhum mortal é capaz, por isso Jesus nos deixou o sacramento da confissão, para assegurar dessa maneira o perdão dos nossos pecados e a salvação se assim desejarmos e permitirmos. A vergonha da qual nos fala São Paulo não é sem significado, a nossa consciência quando examinada nos faz sentir vergonha dos nossos pecados e isso é importante para que depois de confessados não voltemos a cometê-los. Que Deus nos dê a graça de rejeitarmos uma vida sem compromisso com o Reino dos Céus e nos de a graça de testemunhar Jesus Cristo com a própria vida. Assim seja. Amém.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s