Seremos semelhantes a Cristo ressuscitado

I Cor 15,35-41

1

35 Todavia, alguém dirá: “Como é que os mortos ressuscitam? Com que corpo voltarão?” 36 Insensato! Aquilo que você semeia não volta à vida, a não ser que morra. 37 E o que você semeia não é o corpo da futura planta que deve nascer, mas simples grão de trigo ou de qualquer outra espécie. 38 A seguir, Deus lhe dá corpo como quer: ele dá a cada uma das sementes o corpo que lhe é próprio. 39 Nenhuma carne é igual às outras; a carne dos homens é de um tipo, a dos animais é outro, e de outros a dos pássaros e de outro ainda a dos peixes. 40 Há corpos celestes e há corpos terrestres. O brilho dos celestes, porém, é diferente do brilho dos terrestres. 41 Uma coisa é o brilho das estrelas. E até de estrela para estrela há diferença de brilho.

Não se pode imaginar a ressurreição com simples reviver, ou simples volta às condições da vida terrestre. O ser humano passará para uma condição inteiramente nova este corpo animal, mortal, que nos foi transmitido pelos nossos pais, torna-se “espiritual”, isto é, recebe vida nova do Espírito que Cristo nos dá. Paulo usa diversas imagens para nos dar a idéia da transfiguração pela qual passaremos: Nenhuma delas, porém, é capaz de dar uma idéia completa da misteriosa e real transformação que nos tornará semelhantes ao próprio Cristo ressuscitado”.

REFLEXÃO:

                  Queridos irmãos e irmãs em Jesus Cristo; em vão será a nossa fé se não podemos acreditar que Jesus mereceu por nós no alto da cruz uma transformação que a mente humana e também Angélica jamais poderão imaginar como será após a morte. O que nos leva a crer pela fé é que, se vivermos durante a nossa peregrinação, com transparência, dignidade, honestidade e integridade, veremos como foi dito acima, teremos um brilho diferente, vejamos se a própria carne de todos tanto do ser humano, com de cada espécie que existe na criação tem a sua diferença, se as próprias estrelas têm a sua diferença, também quanto mais procurarmos uma vivência mais digna no Senhor Deus, até nós teremos um brilho próprio, segundo as virtudes que praticarmos. Por isso, hoje eu deixo um convite: vamos juntos galgar esta estrada de perfeição, que mostre uma transformação para uma vida nova. Que Deus nos dê uma graça especial para uma Missão especial; e que em nossas vidas Ele possa ser hoje e sempre louvado, amado e adorado. Assim seja. Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s