Paulo ensina o que recebeu de Deus

Carta de Paulo aos Gálatas 1,11-20

1.s.pedro e s.paulo

11 Irmãos, eu declaro a vocês: o Evangelho por mim anunciado não é invenção humana. 12 E, além disso, não o recebi nem aprendi através de um homem, mas por revelação de Jesus Cristo. 13 Certamente vocês ouviram falar do que eu fazia quando estava no judaísmo. Sabem como eu perseguia com violência a Igreja de Deus e fazia de tudo para arrasá-la. 14 Eu superava no judaísmo a maior parte dos compatriotas da minha idade, e procurava seguir com todo zelo as tradições dos meus antepassados. 15 Deus, porém me escolheu antes de eu nascer e me chamou por sua graça. Quando ele resolveu 16 revelar em mim o seu Filho, para que eu o anunciasse entre os pagãos, não consultei a ninguém, 17 nem subi a Jerusalém para me encontrar com aqueles que eram apóstolos antes de mim. Pelo contrário, fui para a Arábia, e depois voltei para Damasco. 18 Três anos mais tarde, fui a Jerusalém para conhecer Pedro, fiquei com ele quinze dias. 19 Entretanto, não vi nenhum apóstolo, a não ser Tiago, o irmão do Senhor. 20 Deus é testemunha: o que estou escrevendo a vocês não é mentira.

“Os judeu-cristãos criticam a autoridade de Paulo, dizendo que ele não é apóstolo como aqueles que Jesus tinha escolhido. E Paulo se defende, contando a história da sua vocação, nascida de uma experiência direta de Jesus Cristo morto e ressuscitado. Tal experiência o transformou profundamente; de perseguidor, ele se tornou apóstolo. Na origem da sua missão, portanto, não há nenhuma interferência humana. Quando Paulo vai a Jerusalém, é simplesmente para conhecer Pedro e Tiago”.

REFLEXÃO:

                  Queridos irmãos e irmãs, quando Paulo diz que ele anuncia o Evangelho de Jesus Cristo sem nenhuma intervenção humana, entendemos muito bem, pois sabemos através do próprio texto acima citado, que ele foi um dos maiores perseguidores dos primeiros cristãos, ele que possuía um profundo zelo pelas suas tradições. É então que compreendemos, que o próprio se Deus manifestou nitidamente em meio as suas perseguições, caiu do cavalo, ficou cego, acredito que fosse necessário, como ele era judeu, era fiel aos seus; a ponto de fazer grande violência com os seguidores de Jesus Cristo. Depois se tornou o grande apóstolo com Pedro, e ainda dizia: o que eu estou escrevendo a vocês não é mentira. Peçamos a Deus a coragem de Paulo que depois de tanto fazer sofrer os discípulos e apóstolos, parte com muito zelo na pregação do Reino de Deus. Que também nós tenhamos a coragem de seguir o que é deixado de legado pelos apóstolos eles que conviveram lado a lado com Jesus Cristo. Que Deus nos dê a fé para este seguimento divino rumo ao Divino. Que Deus seja hoje e sempre louvado, adorado e amado. Assim seja!         

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s