Jesus é o mediador perfeito

Hebreus 7,26-28. 8,1-5

PONTE

26 Por isso Jesus é o sumo sacerdote de quem tínhamos necessidade: santo, inocente, sem mancha, diferente dos pecadores e elevado acima dos céus. 27 Ele não precisa, como precisam os outros sumos sacerdotes, oferecer diariamente sacrifícios, antes pelos próprios pecados e depois pelos pecados do povo; porque ele oferecendo-se a si mesmo, fez isso uma vez por todas. 28 A Lei constitui como sumo sacerdote homens sujeitos à fraqueza humana; mas a palavra do juramento, que veio depois da Lei, constitui o Filho, que é perfeito para sempre. 8, 1 O ponto central de nossas explicações é este: nós temos um sumo sacerdote tão grande, que se assentou à direita do trono da Majestade de Deus no céu. 2 Ele é ministro  do santuário e da verdadeira Tenda, que foi construída pelo Senhor, e não por um homem. 3 De fato, todo sumo sacerdote é construído  para oferecer dons e sacrifícios. Daí ser necessário que também ele tenha alguma coisa para oferecer. 4 Se Jesus estivesse na terra, ele nem sequer seria sacerdote, pois já existem aqueles  que oferecem dons segundo a Lei. 4 Estes, porém, realizam um serviço que é imitação e sobra das realidades celestes, conforme aquilo que Deus disse a Moises, quando este ia construir a Tenda: “Procure fazer tudo de acordo com o modelo que foi mostrado a vocês sobre a montanha”.

“Jesus Cristo é o mediador perfeito, pois ele é o próprio Filho de Deus; não tem pecado nenhum e por isso não está sujeito às fraquezas que os outros sacerdotes têm. E como sacerdote, representante dos homens junto a Deus, ele ofereceu não oferta externa, mas a sua própria pessoa. Cristo não tem função nos santuários terrestres, que são apenas imagens do verdadeiro santuário celeste, onde Jesus realiza o seu sacerdócio. O autor relembra alguns textos bíblicos para mostrar que os santuários são apenas sinais do verdadeiro culto, que consiste em ter acesso junto a Deus. É nessa realidade que Jesus age como sacerdote”.

REFLEXÃO:

                 Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo. Jesus como Filho de Deus, por ter sido obediente até a morte e morte de cruz, Deus o elevou sobremaneira acima de tudo, é por isso que ele se tornou o nosso mediador diante de Deus, mediador, santo, inocente, o sem mancha, diferente dos pecadores e elevado acima do céu. Ele é o único sacerdote, representante dos homens junto a Deus; foi ele que ofereceu ao seu Pai não sacrifício, mas a sua própria pessoa para a nossa salvação; ele que assentou à direita da Majestade de Deus no céu. Fundada na própria pessoa de Jesus Cristo, mediador das relações vitais com Deus. Peçamos irmãos e irmãs, a graça da perseverança, da fé para podermos permanecer no seguimento a Jesus Cristo, Ele que não precisa oferecer nada mais, pois se doou totalmente ao Pai por todos nós, Que o grande testemunho dado e deixado por Cristo aos homens possa ser para todos o motivo de gratidão e fidelidade. A Ele todo amor, toda adoração, todo o louvor hoje e sempre. Assim seja! Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s