Amar de modo com concreto

Hebreus 13,1-7

amar2

1 Perseverem no amor fraterno. 2 Não se esqueçam da hospitalidade, pois algumas pessoas, graças a ela, sem saber acolheram anjos. 3 Lembrem-se dos presos, como se vocês estivessem na prisão com eles. Lembrem-se dos que são torturados, pois vocês também têm um corpo. 4 Que todos respeitem o matrimônio e não desonrem o leito nupcial, pois Deus julgará os libertinos e adúlteros. 5 Que a conduta de vocês não seja inspirada pelo amor ao dinheiro. Cada um fique satisfeito com o que tem, pois Deus disse: “Eu nunca deixarei você, nunca o abandonarei”. 6 Assim, podemos dizer com ânimo: “O Senhor está comigo, eu não temo. O que me poderá fazer um homem?” 7 Lembrem-se dos dirigentes, que ensinaram a vocês a Palavra de Deus. Imitem a fé que eles tinham, tendo presente como eles morreram.

O amor fraterno não é puramente sentimento interior, é comportamento expresso por atitudes concretas, dentro e fora da comunidade: hospitalidade, solidariedade com os presos e os torturados, respeito na vida matrimonial, espírito de partilha. O v.7 mostra que os dirigentes cristãos ensinavam a Palavra de Deus, e a confirmavam com o testemunho que muitas vezes lhes trouxe a morte, e assim eles se tornaram exemplo e estímulo para a comunidade.”

REFLEXÃO:

Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo. As palavras que hoje refletimos, são palavras de sabedoria e de vida; caso nós procurarmos em tudo colocá-las em prática na nossa vida, o testemunho tem muito mais valor do que as palavras.  Dentro e fora da nossa comunidade a hospitalidade e a solidariedade para com todos até os presos e os torturados nos darão uma segurança de que na medida em que nós semearmos a semente do Amor, da Misericórdia, da Caridade, da Bondade, não importa como ou quando receberemos na medida em que lançarmos por onde passarmos, principalmente aqueles que mais necessitarem. Há uma mensagem sobre a BENÇÃO que disse assim: “Quanto mais abençoarmos aqueles que se aproximam de nós, tanto mais seremos abençoados por Deus.” Esta realidade é real, pois se plantarmos vento iremos colher tempestade e olhem lá se não haverá também pedras em meio às tempestades. De outro lado, veremos que quando amamos uma pessoa seja ela quem for o relacionamento entre ambas se tornará tão amável, a ponto de dar gosto estar do seu lado, seja ela pobre, doente, andarilhos, abandonados, em fim é muito bom quando amamos, principalmente quando amamos sem segundos interesses. Peçamos a Deus a graça de amar sem nenhum interesse, pois é este amor gratificante. Da minha parte peço a Deus o dom de amar a todos que hoje adentrarem neste blog. Assim seja! Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s