A busca da realização humana

Tiago 4,1-10

cedai 2

1 De onde surgem os conflitos e competições que existem entre vocês? Não vêm exatamente dos prazeres que guerreiam nos seus membros? 2 Vocês cobiçam, e não possuem; então matam. Vocês têm inveja, e não conseguem nada; então lutam e fazem guerra. Vocês não recebem, porque não pedem; 3 e vocês pedem, mas não recebem, porque pedem mal, com intenção de gastarem em seus prazeres. 4 Idólatras! Vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo é inimigo de Deus. 5 Ou vocês acham que é à toa que a Escritura diz: “Deus reclama com ciúme o espírito que Ele fez habitar em nós”? 6 Mas Ele dá uma graça maior. É por isso que a Escritura diz: “Deus resiste aos soberbos, e aos humildes dá a sua graça.” 7 Portanto, sejam submissos a Deus; resistam ao diabo, e este fugirá de vocês. 8 Aproximem-se de Deus, e Ele se aproximará de vocês. Pecadores, purifiquem as mãos! Indecisos purifiquem o coração! 9 Reconheçam a própria miséria, cubram-se de luto e chorem! Que o riso de vocês se transforme em luto, e a alegria em tristeza. 10 Humilhem se diante do Senhor, e Ele os elevará

“O homem é ser inacabado e, por isso, sua vida é busca permanente de realização. Freqüentemente ele a pede a Deus. Por que não é atendido? Porque muitas vezes imagina a sua própria realização dentro dos esquemas de uma sociedade idolátrica, que adora deuses da riqueza e do poder. Ao invés de realizar-se a pessoa encontra-se presa da cobiça e da inveja, que produzem todo tipo de conflitos e competições e levam até mesmo a morte. Este é o mundo que se absolutiza e se coloca no lugar de Deus (Mt 6,24). Para chegar à sua própria realização, o homem precisa descobrir-se como criatura e reconhecer que Deus é o único Senhor absoluto, e só a ele se deve adorar e servir. Aí nasce o processo de conversão, pela qual o homem rompe com o espírito do mundo, abandonando o orgulho e a ambição, para tornar-se pequeno e submisso a Deus. E Deus, o único que pode conceder a realização, responde ao anseio do homem, manifestando-lhe  a vida e a ação do seu Filho como o sentido e a meta da vida humana”.

REFLEXÃO:

                  Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo. É sabido que: “Deus resiste aos soberbos, e aos humildes dá a sua graça”.  Muitas vezes não pede nada e não recebem nada; em outras ocasiões pedem e não recebem porque pedem mal, só com intenções do próprio prazer! A estes as Escrituras os chama de: “IDOLATRAS”. A amizade com o mundo impede-nos a sermos amigos de Deus. Neste mesmo texto encontramos que: “Deus reclama com ciúme o espírito que Ele fez habitar em nós”? E ainda Deus nos dá uma graça maior; é aos humildes, aos pequeninos que Deus dá a sua graça. Busquemos em tudo a submissão a este Deus que é todo AMOR. Quanto mais aproximarmos de Deus, mais Ele estará bem próximo de nós. Por mais pecadores que sejamos nada nos impedirá de aproximarmos da Fonte da Misericórdia que é “o Sacramento da Confissão” veremos de pecadores teremos as mãos puras, de indecisos, purificaremos o nosso coração! É só reconhecermos as nossas misérias; na medida em que humilharmos diante de Deus Ele nos elevará; peçamos a Deus a graça de banharmos na Fonte da Misericórdia. Glorificado, Exaltado Amado e Adorado seja o nosso Deus. Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s