Eis que o Senhor veio com seu exército de anjos

Judas 1,11-16

anjos 11 Ai deles, porque enveredaram pela estrada de Caim; por causa do lucro se entregaram às aberrações de Balaão e foram destruídos na rebelião de Coré.12 São eles  que participam descaradamente das refeições fraternas de vocês, apascentando a si mesmos com irreverência. Eles são como nuvens sem água, levadas pelo vento, ou como árvores no fim do outono que não dão fruto, duas vezes mortas e arrancadas pela raiz. 13 São como astros errantes, para os quais está reservada a escuridão das trevas eternas. 14 Também Henoc, o sétimo depois de Adão, profetizou sobre esses indivíduos, quando disse: “Eis que o Senhor veio com seu exército de anjos 15 para fazer o julgamento universal e convencer todos os ímpios de todas as palavras insolentes que os pecadores ímpios proferiram contra ele”. 16 São uns murmuradores que renegam a própria sorte e agem de acordo com suas próprias paixões; sua boca profere palavras orgulhosas e bajulam as pessoas por motivos interesseiros;

Os cristãos não devem ficar espantados com a aparição de pessoas que procuram enganar. A catequese dos apóstolos já havia anunciado isso, eu sei, depois da minha partida, aparecerão lobos vorazes no meio de vocês, e não terão pena do rebanho. E do meio de vocês mesmos surgirão alguns falando coisas pervertidas, para arrastar os discípulos atrás deles.”

REFLEXÃO:

Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo. Ai daqueles que por causa do lucro e da ganância se entregaram às aberrações e foram destruídos na rebelião, são ainda como astros errantes para os quais está reservada a escuridão das trevas eternas. Porém, irmãos, isto não é novidade nestes tempos atuais; quantos já se encontram nas trevas eternas, pois se distanciaram da presença Viva do Deus Vivo. No período apostólico foi anunciado todas estas coisa, pois eles haviam aprendido com o Próprio Jesus Cristo  o maior Mandamento, o Mandamento novo. Há uma escolha, os homens são livres e Deus respeita o livre arbítrio de cada pessoa; se escolhermos o bem é claro que iremos recolher o que é bom; caso escolhermos a estrada do mal, colheremos a maldade. A escolha é livre. Busquemos em tudo ver: O que Jesus faria? Descubramos e colocamos em prática, a ação é a maior prova do amor ou do ódio, será conforme a nossa escolha. Faça o bem sem olhar a quem. Assim seja! Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s