O julgamento é apelo à conversão

Apocalipse 9,13-21

prob6

13 O sexto Anjo tocou. Ouvi então uma voz que vinha dos quatro chifres do altar de ouro, que estava colocado diante de Deus. 14 A voz dizia ao sexto Anjo, que estava com a trombeta: “Liberte os quatro Anjos que estão presos no Eufrates.” 15 E os quatro Anjos que estavam prontos para a hora, o dia, o mês e o ano foram então libertados para matar a terça parte dos homens. 16 O número dos cavaleiros do exército dos quatro Anjos era de duzentos milhões. Ouvi bem o número. 17 Na minha visão, os cavalos e cavaleiros eram assim: vestiam couraça cor de fogo, jacinto e enxofre. A cabeça dos cavalos parecia de leão, e da sua boca saia fogo, fumaça e enxofre. 18 A terça parte dos homens morreu por causa destas pragas: o fogo, a fumaça e o enxofre que saiam da boca dos cavalos. 19 De fato, o poder desses cavalos está na boca e na cauda parecem cobras: têm cabeças com as quais causam dano. 20 Os outros homens que não foram mortos por estas pragas, nem mesmo assim renunciaram as obras de suas mãos. Não deixaram de adorar os demônios, os ídolos de ouro, prata, bronze, pedra e madeira, que não podem ver, nem ouvir, nem andar. 21 Também não se converteram de seus homicídios, magias, fornicações e roubos.

“No Antigo Testamento a região do rio Eufrates era de vinham os exércitos inimigos. A sexta trombeta mostra que o julgamento é apelo à conversão: abandonar os ídolos e aceitar o único absoluto que é deus. Mas, assim como o Faraó do Egito, os homens não deixam de adorar os ídolos, coisas e pessoas absolutizadas. Como conseqüência não deixa de praticar o mal, pois o homem é sempre a imagem do deus que ele adora e serve.”

REFLEXÃO:

Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo. Tocou a sexta trombeta que mostra que o julgamento é um apelo à conversão: Se quisermos a conversão, procuremos abandonar tudo o que é símbolo de ídolos falsos, ídolos mortos, ídolos sem vida; eles nada podem fazer, enquanto que, se aceitamos o Único e Absoluto, veremos que Deus o senhor da vida virá em nossa libertação de tudo o que não tem o SOPRO da VIDA. Quando o deus do povo Egípcio for o Deus das nossas vidas veremos novamente a graça acontecer em meio aos povos que sofrem, que lutam que suplicam por um pouco de pão; aqueles que estenderem as mãos em socorro desses verão a Luz brilhar em sua vida. A escolha é individual; Deus respeita o livre arbítrio de cada um. Que a nossa opção possa ser a escolha das coisas celestes. E que o Deus da Vida venha em favor daqueles que O adoram. Amém! Assim seja! A todos que adentrarem neste blog possa receber uma BENÇÃO especial neste dia do Deus de nossa vida. Glória Deus!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s