A Humanidade é o centro da criação

Gênesis 2, 4-22

eden24 Quando Javé Deus fez  a terra e o céu, 5 ainda não havia na terra nenhuma planta no campo ainda não havia brotado nenhuma erva: Javé Deus não havia feito chover sobre  a terra e não havia homem que cultivasse o solo 6 e fizesse subir da terra a água para regar a superfície do solo.7 Então Javé Deus modelou o homem com argila do solo, soprou-lhe nas narinas um sopro de vida, e o homem tornou-se um ser vivente. 8 Javé Deus plantou um jardim em Éden, no Oriente, e aí colocou o homem que havia modelado. 9 Javé Deus fez brotar  do solo todas as espécies de árvores  formosas de ver e boas de comer. Além disso, colocou a árvore da vida no meio do jardim, e também a árvore do conhecimento do bem e do mal. 10 Um rio saia saía de Éden para regar o jardim, e de lá se dividia em quatro braços. 11 O primeiro chama-se Fison: é aquele que rodeia a terra de Hévila, onde existe ouro; 12 e o ouro dessa terra é puro, e nela se encontram também o bdélio e a pedra de ônix. 13 O segundo rio chama-se Geon: ele ródia a terra de Cuch. 14 O terceiro rio chama-se Tigre e corre pelo oriente da Assíria. O quarto rio é o Eufrates. 15 Javé Deus tomou o homem e colocou no jardim do Éden, para que cultivasse e guardasse. 16 E Javé Deus ordenou ao homem: “Você pode comer de todas as árvores do jardim. 17 Mas não pode comer da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dela comer, com certeza morrerá.” 18 Javé Deus disse: “Não é bom que o homem esteja sozinho. Vou fazer para ele uma auxiliar que seja semelhante”. 19 Então Javé Deus formou do solo todas as feras e todas as aves do céu. E as apresentou ao homem para ver com que nome ele as chamaria: cada ser vivo levaria o nome que o homem lhe desse: 20 O homem deu então nome a todos os animais, às aves do céu e a todas as feras. Mas o homem não encontrou uma auxiliar que lhe fosse semelhante. 21 Javé Deus fez cair um torpor sobre o homem, e ele dormiu. Tomou então uma costela do homem e no lugar fez crescer carne. 22 Depois, da costela que tinha tirado do homem, Javé Deus modelou uma mulher, e apresentou-a para o homem. 23 Então o homem exclamou: “Essa sim é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher, porque foi tirada do homem!” 24 Por isso, um homem deixa seu pai e sua mãe, e se une à sua mulher, e eles dois tornam uma só carne.

A primeira narrativa da criação apresenta as água disformes como caos, desordem e ausência de vida. A segunda narrativa, elaborada no tempo do rei Salomão (séc. X a.C) se originou entre nômades que viviam no deserto; para eles terra seca é ausência de vida. Por isso imaginam como inicio da criação, a chuva e a possibilidade de o homem encontrar água. A grande benção inicial é, portanto a água. Deus criou a terra para que o homem usufrua e possua vida plena. A condição única é o homem se subordinar a Deus: obedecer ao seu projeto de vida e fraternidade, e não querer decidir por si mesmo o que é bem e o que é mal a fim de não ser causa a espécie alguma de opressão e morte. Primeiro, o homem tem domínio sobre a criação “dando nome aos animais” e, por isso, participa do poder criativo de Deus; segundo, que “a mulher não foi tirada da cabeça do homem para mandar nele, nem tirada dos pés dele para ser escrava; mas foi tirada do lado, para ser sua companheira”.

REFLEXÃO:

Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo. É maravilhoso demais quando vemos o amor misericordioso de Deus para com a sua criatura. Ele vai com toda formosura tecendo tudo, até mesmo como Ele plasmou o homem e a mulher; porém, Ele pensou primeiro em dar uma ordem divina ao solo sem forma. Era como se preparasse tudo com muito amor para depois colocar aí o homem e a mulher como os colaboradores de Deus nesta obra estupenda. Se bem acompanhamos esta magnífica obra de Deus e o Seu amor misericordioso, vejamos como foi tão mal correspondido pela criatura humana, quando ela vai aos poucos destruindo tudo o que foi por Deus criado. O solo, a natureza, os campos em fim tudo está sendo destruído, quando Deus fez tudo harmoniosamente para o nosso próprio bem. Façamos reparação a tantos danos realizados na obra criadora e redentora do Pai e Senhor Deus. Que o bom Deus nos dê o tempo e a graça para colocar em ordem tudo o que Ele por Sua livre vontade nos deu aos poucos sendo danificado. Assim seja! Amém!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s