O opressor não consegue eliminar a vida

Êxodo 1, 15-22

doctor-and-baby15 O rei do Egito ordenou às parteiras dos hebreus, que se chamavam Sefra e Fua: 16 “Quando vocês ajudarem as hebréias a dar à luz, observem se é menino ou menina: se for menino, matem; se for menina, deixem viver”. 17 As parteiras, porém, temeram a Deus e não fizeram o que o rei do Egito lhes havia ordenado; e deixaram os meninos viver. 18 Então o rei do Egito chamou as parteiras e lhes disse: “Por que vocês fizeram isso, deixando os meninos viver?” 19 Elas responderam ao Faraó: “As mulheres hebréias não são como as egípcias: são cheias de vida, e dão à luz antes que as parteiras cheguem”. 20 Por isso, Deus favoreceu as parteiras. E o povo se multiplicou e tornou-se muito poderoso. 21 E como as parteiras temeram a Deus, Ele deu a elas uma família numerosa. 22 Então o Faraó ordenou a todo o seu povo: “Joguem no rio Nilo todo menino que nascer; e se for meninas deixem viver”.

“Temendo a revolta, a autoridade política recorre ao controle da natalidade, a fim de evitar o crescimento de um problema incontrolável para a classe dominante. No entanto, a vida é mais forte que todas as armas do opressor: as parteiras, tementes a Deus, fonte da vida, respeitam a vida que nasce.”

Reflexão:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo. Observem bem a situação em se encontrava o povo de Deus no Egito; as mães não podiam dar a luz a meninos ou estes deveriam ser arrancados de seus braços, no primeiro momento as parteiras deveriam matá-los ao nascer como não obedeceram ao Faraó por temerem a Deus, este então mandou que todos os meninos fossem jogados no rio Nilo para morrerem afogados. Hoje observando a nossa sociedade não evoluímos, ao contrário regredimos muitas de nossas mães não precisam de ordens do Faraó para matarem seus filhos, basta que a gravidez não seja desejada e a vida inocente que está dentro dela é eliminada. Mas não podemos generalizar; nem todas são assim, sabemos que existem mães que esperam contra toda a esperança e lutam algumas até mesmo sozinhas para garantir a sobrevivência de seus filhos, embora não tenham engravidado sozinhas. Peçamos a Deus irmãos e irmãs a graça de que cada jovem mãe seja continuadora do projeto amoroso de Deus, e que não haja faraós em nossas famílias. Deus abençoe a todas as mães com seus nenês que adentrarem em nosso BLOG no dia de hoje. PAZ E MISERICÓRDIA.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s