Água no deserto

Êxodo 15,22-27

0 oásis5a_ 22 Moisés fez Israel partir do mar Vermelho, e eles se dirigiram para o deserto de Sur. Caminharam três dias no deserto e não encontraram água. 23 Quando chegaram a Mara, não puderam beber a água, porque era amarga; foi por isso que deram a esse lugar o nome de Mara. 24 O povo murmurou contra Moisés, dizendo: “O que vamos beber?” 25 Moisés clamou a Javé, e Javé lhe mostrou um tipo de planta. Então Moisés atirou-a na água, e a água tornou-se doce. Foi ai que Moisés estabeleceu um estatuto e um direito para o povo, colocando-o à prova 26 e dizendo: “Se você obedecer a Javé seu Deus, praticando o que ele aprova, ouvindo seus mandamentos e observando todas as suas leis, eu não mandarei sobre você nenhuma das enfermidades que mandei sobre os egípcios. Pois eu sou Javé, aquele que cura você”. 27 Então chegaram a Elim, onde havia doze fontes de água e setenta palmeiras. E acamparam junto às águas.

“No sistema opressor do Egito, a água da vida se transforma em fonte de morte (sangue). No deserto, na condição difícil de um povo que luta pela libertação, a água amarga da morte transforma-se em fonte de vida. A murmuração mostra que o povo ainda não assumiu a condição de povo livre. Ao mesmo tempo, apresenta um problema real: os líderes precisam responder às necessidades básicas, para que o povo não desanime nem acabe desacreditando o projeto da libertação”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs vimos à magnificência do nosso Deus, e sua sabedoria infinita ele supre todas as necessidades do seu povo; povo este que lutava pela sua libertação tão esperada. E como é dignificante quando nós percebemos que o povo de Deus não caminha sozinho, não se frustra, mesmo murmurando; pois o ser humano por mais que tenha o necessário, reclama de tudo, Deus chegou a transformar a água amarga em água doce, a água da morte em fonte de vida. O que querer mais, isto significa que o povo ainda não tomou consciência de que agora já estão livres, acabou o tempo da escravidão; muitas vezes para nós que acreditamos em Deus, a nossa fé é tão fraca que buscamos tudo aquilo que pensamos ser o melhor enquanto estamos nos afastando do Deus Amor, o Deus das misericórdias. Que Deus nos dê a sabedoria de compreendermos melhor tudo o que vem da parte do nosso Pai Deus. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s