Javé está no meio de nós, ou não?

Êxodo 17,1-7

view (1)_1 Toda a comunidade de Israel partiu do deserto de Sin para as etapas seguintes, conforme a ordem de Javé, e acamparam em Rafidim, onde o povo não encontrou água para beber. 2 Então o povo discutiu com Moisés dizendo: “Dê-nos água para beber”. Moisés respondeu: “Por que vocês discutem comigo e colocam Javé a prova?” 3 Mas o povo tinha sede e murmurou contra Moisés, dizendo: “Por que você  nos tirou do Egito? Foi para matar de sede a nós, nossos filhos e nossos animais?” 4 Então Moisés clamou a Javé, dizendo: O que vou fazer com esse povo? Estão quase me apedrejando!” 5 Javé respondeu a Moisés: “Passe à frente do povo e tome com você alguns anciãos de Israel; leve com você a vara com que feriu o rio Nilo; e caminhe. 6 Eu vou esperar você junto a rocha de Horeb, Você baterá na rocha, e dela sairá água para o povo beber”. Moisés assim fez na presença dos anciãos de Israel, 7 e deu a esse lugar o nome de Massa e Meriba, por causa da discussão dos filhos de Israel e porque puseram Javé à prova, dizendo: “Javé está no meio de nós, ou não?”

“A nova dificuldade faz o povo ficar em dúvida: Será que o Deus libertador o está acompanhando no caminho para a vida? O mesmo bastão que provou ser Moisés o enviado de Javé para lutar contra o opressor torna-se agora instrumento de vida. Massa significa tentação, provação; Meriba significa discussão”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs, o povo de Israel, continua a sua caminhada rumo à terra prometida; atrás o Faraó era a cabeça dura, agora o próprio povo de Deus inicia uma etapa onde eles vivem a rebeldia contra as orientações de Deus a Moisés. Muitas vezes a murmuração significa uma grande ingratidão do povo a respeito de Deus. Porque em meio a fome Deus dá o MANÁ, as Codornizes, este Deus que vem providenciando tudo, levando para uma terra onde eles viverão a sua libertação daquela triste escravidão. Hoje também percebemos que nos momentos de dificuldades vivemos a duvida, a incerteza da presença de Deus; aí perguntamos: “Será que Deus esta no meio de nós ou não?” Que a graça de Deus a nosso respeito seja abundante, a fim de que possamos ter uma FÉ grande, e não venhamos a duvidar nunca da presença do Criador, e que Deus seja hoje e sempre amado, louvado e glorificado. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s