Deus quer a vida, e não sacrifícios

Levítico 27 1- 8,28-34

437_1 Javé falou a Moisés: 2 Diga aos filhos de Israel: Quando alguém: Quando  alguém quiser cumprir um voto a Javé, em relação ao valor de uma pessoa, o valor será o seguinte: 3 Se for um homem entre vinte e sessenta anos a taxa será de quinhentos gramas de prata, conforme o peso padrão do santuário. 4 Se for uma mulher, a taxa será de trezentos gramas. 5 Se for um rapaz entre cinco a e vinte anos, a taxa será de duzentos gramas. 6 Se for um menino entre um mês e cinco anos a taxa será de cento e cinqüenta gramas. Se for uma menina, a taxa será de trinta gramas. 7 Se for um homem de sessenta anos para cima, a taxa será de cento e cinqüenta grama. Se for uma mulher, será de cem gramas. 8 Se aquele que fez o voto não tiver condições de pagar a taxa estabelecida, apresentará a pessoa ao sacerdote. Este fará a avaliação de acordo com as possibilidades de quem fez o voto. 28 Aquilo que alguém consagrou a Javé como anátema não pode ser vendido nem resgatado, seja homens, seja animais ou campos de sua propriedade hereditária. O que foi consagrado como anátema é coisa santíssima que pertence a Javé. 29 Uma pessoa consagrada ao anátema não pode ser resgatada: deverá ser morta. 30 Todos os dízimos do campo, seja produto da terra, seja fruto das arvores, pertencem a Javé; é coisa consagrada a Javé. 31 Se alguém quiser resgatar parte do dízimo, pagará vinte por cento além do valor. 32 Os dízimos de animais, boi ou ovelha, isto é, a décima parte de tudo o que passa sob o cajado do pastor, é coisa sagrada a Javé. 33 Não se fará distinção entre os que são bons ou maus, nem serão substituídos; se isso for feito, tanto o animal consagrado como aquele que serviu para substituir serão coisas consagradas, e não poderão ser resgatados. 34 São estes os mandamentos que Javé deu a Moisés, no monte Sinai, para os filhos de Israel.

“O projeto de Deus é vida para todos. Quando o homem reconhecer esse projeto, pode oferecer seus próprios bens com promessa ou voto, e assim participar do mesmo projeto. Se uma promessa ou voto não tem esse sentido, é mau e deve ser substituído. O anátema era um sacrifício no qual eram oferecidos totalmente a Deus os bens pertenciam exclusivamente a Deus, e não podiam ser resgatados. Tal prática visava evitar que o povo assimilasse religiões e costumes estrangeiros. O presente texto entende o anátema como oferta exclusiva a Javé, e só podia ser usada pelos sacerdotes.”

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs em Jesus Cristo, é maravilhoso perceber a delicadeza de Deus; é como a delicadeza de uma mãe ao seu filhinho; mas aquela que é verdadeira mãe. Se fizermos um voto a Deus, jamais podemos voltar atrás, pois uma oferta se ela é de agradável odor Deus a recebe e não podemos querer novamente resgatar-la. Por isso, quando fazemos um voto a Deus, precisamos ver se é isso mesmo que queremos, para não acontecer de que hoje fazemos amanhã resgatamos. No tempo do povo israelita, se olhar este foi os mandamentos que Deus deu ao seu povo através de Moisés; e muitas vezes voltavam atrás. Era como a Lei o que o povo possuía era uma porcentagem boa de tudo era ofertado a Deus; corria o risco deles, dar a Deus ofertas que não era a primícia de seus bens e sim aquilo que lhe restava. Que Deus nos livre de ofertá-lo o que de desagradável odor temos. Sejamos fiéis a Deus e a sim Ele também nos será fiel. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s