O Exercito Popular de Gedeão

Juízes 7,1-8

hqdefault (3)_1 Jerobaall, que é Gedeão, madrugou e foi acampar junto a En-Harod com o povo que o acompanhava. O acampamento de Madiã ficava no vale ao norte, junto à colina de Moré. 2 Então Javé disse a Gedeão: “O povo que está com você é numeroso demais para que eu entregue Madiã em seu poder. 2 Israel poderia gloriar-se, dizendo:Eu consegui a vitória graças ao meu poder! 3 Anuncie, portanto, a todo o povo: Quem estiver com medo e tremendo, pode voltar” E Gedeão os colocou à prova: vinte e dois mil homens voltaram para casa. E ainda ficaram dez mil. 4 Javé disse a Gedeão: ” Ainda é muita gente. Faça-os descer até a fonte, e aí eu farei uma seleção para você. A quem eu disser que pode ir  com você, esse irá. Mas a quem eu disser  que não pode ir com você, esse não irá”. 5 Gedeão fez todo o povo descer à beira da água, e Javé lhe disse: “Todos os que beberem água com a língua, como faz o cão, você os colocará de um lado; e os que se ajoelharem para beber, você colocará do outro lado”. 6 Trezentos homens lamberam a água, levando as mãos à boca; os outros se ajoelharam para beber. 7 Então Javé disse a Gedeão: “Com os trezentos que lamberam a água, eu vou salvar vocês, entregando Madiã em seu poder. Os outros podem voltar para casa”. 8 Eles pegaram as provisões e as trombetas, e Gedeão despediu os israelitas, cada um para a sua tenda, ficando apenas com os trezentos. O Acampamento de Madiã estava embaixo, no vale.

“Gedeão lidera um grupo popular para combater os madianitas. Não se trata de um exército profissional, e sim de um grupo minoritário, mas cheio de coragem.”

Reflexão:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs o texto de hoje nos faz um convite a coragem e a fé. Olha que lindo; pelas contas Gedeão tinha com ele mais ou menos trinta e dois mil homens para combater, mas Deus mostrou o perigo do orgulho, porque eles poderiam pensar que venceram os madianitas por seus próprios méritos e não porque Deus os tivesse entregado em suas mãos, e Deus fez com que esse número se reduzisse a trezentos homens inexperientes em guerra, mas que tinham grande coragem e confiança em Deus. Essa passagem lembra-nos do provérbio que diz: “Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos”. Assim aconteceu com eles e assim acontece também conosco, quando Deus nos escolhe não é por merecimentos nossos. É porque Ele mesmo nos concede os merecimentos de Jesus no alto da Cruz, portanto não tenhamos medo dos projetos de Deus, mas peçamos a Ele o Dom da fé e uma confiança inabalável em Sua Misericórdia infinita, para não temermos os empecilhos que se apresentam em nossos caminhos. Que Deus venha hoje e sempre em nosso socorro. Assim seja. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s