A Vocação Profética

I Samuel 3,1-21

stdas04751 O menino Samuel servia a Javé, sob as ordens de Eli. A palavra de Javé se manifestava raramente nesse tempo e as visões não eram freqüentes. 2 Certo dia, Eli estava deitado em seu quarto. Seus olhos começaram a enfraquecer e ele já não podia enxergar. 3 A lâmpada do santuário ainda não tinha sido apagada e Samuel estava deitado no santuário de Javé, onde se encontrava a arca de Deus. 4 Javé chamou: “Samuel, Samuel”. Ele respondeu: “Estou aqui”. 5 Ele foi correndo para junto de Eli e disse: “Estou aqui. O senhor me chamou?” Eli respondeu: “Não, eu não chamei você. Vá se deitar”. Samuel foi se deitar, 6 e Javé o chamou outra vez. Samuel se levantou, foi até onde Eli estava, e lhe disse: “Estou aqui. O senhor me chamou?” Eli respondeu: “Não chamei você, meu filho. Vá se deitar”. 7 Samuel ainda não conhecia Javé, e a palavra de Javé ainda não lhe tinha sido revelada. 8 Javé tornou a chamar Samuel pela terceira vez. Samuel se levantou, foi onde Eli estava, e lhe disse: “Estou aqui. O senhor me chamou?” Então Eli percebeu que era Javé quem estava chamando o menino. 9 E disse a Samuel: “Vá e fique deitado. Se alguém chamar você  de novo, diga: Fala, Javé, que o teu servo escuta”. E Samuel foi deitar no seu lugar. 10 Javé se apresentou e o chamou como antes: “Samuel, Samuel”. Então Samuel respondeu: “Fala, que o teu servo escuta”. 11 Javé disse a Samuel: “Olhe. Vou fazer uma coisa em Israel que vai ficar zumbindo no ouvido de todos os que a ouvirem. 12 Nesse dia, vou executar contra Eli e sua família tudo o que anunciei, do começo até o fim. 13 Comunique a Eli  que estou condenado a família dele para sempre, porque ele sabia que seus filhos desonrava a Deus e não os repreendeu. 14 Por isso juro à família de Eli  que sua injustiça  nunca será perdoada, nem com sacrifícios, nem com ofertas”. 15 Samuel continuou deitado até de manhã. Depois abriu as portas do santuário. Estava com medo de contar a visão a Eli. 16 Mas Eli o chamou: “Estou aqui”. 17 Eli perguntou: “O que foi que ele disse a você? Não me esconda nada. Que Deus o castigue, se você me esconder alguma coisa do que ele disse”. 18 Então Samuel lhe contou tudo, e não escondeu nada. Eli comentou: “Ele é Javé. Que ele faça o que lhe parecer melhor”. 19 Samuel crescia, e Javé estava com ele. Nenhuma das palavras que Javé lhe disse deixou de se cumprir. 20 E todo o Israel, desde Dã até Bersabéia, ficou sabendo que Samuel era um profeta confirmado por Javé. 21 E Javé continuou a manifestar-se em Silo, onde havia se revelado a Samuel.

“Narrando a vocação de Samuel, a Bíblia inicia a grande lista dos profetas, cuja função é serem porta-vozes de Javé: eles anunciam claramente o que Javé está realizando ou vai realizar dentro da história. Neste relato, a função profética aparece em Israel  antes de surgir e se formar o Estado com autoridade política central. A Bíblia quer mostrar que o profeta é aquele que mantém viva a consciência crítica de um povo: ele deve impedir que as autoridades políticas se absolutizem e oprimam o povo. O texto faz pensar na vocação de cada pessoa. Deus chama cada um de nós para exercer uma função dentro do projeto de Deus. Projeto esse que é voltado para a liberdade e a vida. Cada pessoa é um modo de Deus dizer a palavra que constrói a sociedade e a história. É preciso que cada um aprenda a distinguir a voz de Deus, sem confundi-la com a voz daqueles que produzem e mantêm uma estrutura de sociedade voltada para a escravidão e a morte”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs, quantas vezes acontece isso que aconteceu com Samuel em nossas vidas; ele ainda adolescente, precisou da ajuda de Eli para que soubesse que era o próprio Deus que estava chamando-o. Ainda hoje Deus continua a chamar cada um de nós para exercer uma função dentro do projeto Dele; projeto este voltado para a liberdade e a vida. E se faz necessário que cada um de nós aprenda a distinguir a voz de Deus, sem confundir-la com a voz daqueles que produzem e mantêm estrutura voltada para a escravidão e a morte. Rezemos a fim de que tenhamos o dom do discernimento para a escuta da voz do Senhor Deus a nosso respeito principalmente quando é para um chamado especial; a graça de podermos responder com tranqüilidade e com amor a este projeto. Da nossa parte é apenas dizer sim a Ele, depois tudo vai se realizando, pois é apartir do nosso sim que o Senhor Deus continuará se manifestando ao seu povo amado. PAZ E MISERICORDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s