Jerusalém, centro religioso do povo

2ª Samuel 6,1-15 e 20-23

david_bringing_the_ark_to_jerusalem_1 Davi reuniu de novo os melhores homens de Israel, cerca de trinta mil. 2 Junto com seu exército, partiu para Baala de Judá, a fim de transportar a arca de Deus que aí estava e que levava o nome de Javé dos exércitos, assentado sobre os querubins. 3 Carregaram a arca de Deus numa carroça nova, para tirá-la da casa de Abinadab, que ficava sobre uma colina. Oza e Aio, filhos de Abinadab, conduziam a carroça nova. 4 Oza caminhava à esquerda da arca de Deus e Aio ia na frente dela. 5 Davi e toda a casa de Israel, entusiasmados, iam fazendo festa diante de Javé, cantando ao som de cítaras, harpas, tamborins, pandeiros e marimbas. 6 Quando chegaram à eira de Nacon, como os bois estavam fazendo a arca de Deus tombar, Oza estendeu a mão para segurá-la. 7 Então a ira de Javé inflamou se inflamou contra Oza, e Deus o feriu por causa de sua falta; e Oza morreu aí mesmo junto a Arca de Deus. 8 Davi ficou triste, porque Javé abrira um brecha atacando Oza; por isso, deram a esse lugar o nome de Brecha de Oza, nome que conserva até hoje. 9 Nesse dia Davi teve medo de Javé e disse: “Como é que a arca de Javé poderá ser introduzida em minha casa?” 10 Então Davi desistiu de transferir a arca de Javé para a cidade de Davi. Por isso a levou para a casa de Obed-Edom de Gat. 11 A arca de Javé permaneceu três meses na casa de Obed-Edom de Gat. Por isso é que Javé abençoou Obed-Edom e toda a sua família. 12 Então informaram ao rei Davi: “Javé abençoou a família de Obed-Edom e todos os seus por causa da arca de Deus”. Contente, Davi foi e transportou a arca de Deus da casa de Obed-Edom para a cidade de Davi. 13 Cada seis passos que os carregadores da arca de Javé davam, Davi sacrificava um boi e um bezerro gordo. 14 Davi dançava com todo entusiasmo diante de Javé e vestia um efod de linho. 15 Desse modo Davi e toda a casa de Israel conduziram a arca de Javé com aclamações e toques de trombeta. 20 Davi voltou para abençoar a sua família. Então Micol filha de Saul, saiu ao encontro dele, e disse: “Hoje o rei de Israel se honrou muito, desnudando-se diante das servas de seus servos, como se fosse um homem qualquer!” 21 Davi respondeu a Micol: “Diante de Javé que escolheu a mim, e não ao seu pai e à família dele, para colocar-me como chefe sobre o povo de Javé, sobre Israel, eu farei festa diante de Javé, 22 e me humilharei ainda mais. Serei desprezível aos olhos de você, mas serei honrado aos olhos das servas, de quem você está falando”. 23 E Micol, filha de Saul, não teve filhos até o dia de sua morte.

A arca era, por excelência, o sacramento da religião das tribos. Colocando-a em Jerusalém, Davi se serve da religião para consolidar politicamente o seu reinado. O episódio, porém, mostra que a religião está acima da política e não pode ser manipulada por ela. Ao mesmo tempo o texto deixa claro que a sacralidade da arca não impede a expressão religiosa popular, em clima de alegria e festa. Deus não se deixa manipular por estruturas e instituições por melhores que sejam; mas está sempre perto da vida do povo. Participando da religiosidade popular, Davi está comprometendo a conduzir o povo segundo o projeto de Deus”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs, como Davi procurou cuidar bem da arca de Deus dos exércitos; escolhendo os melhores homens de Israel, cerca de trinta mil homens para transportar a arca de Javé par a Tenda que ele preparou; eles juntamente com Davi, transportaram a Arca com danças, festa, cantos, ao som de cítaras, harpas, tamborins, pandeiros e marimbas, mas Davi teve medo e não levou a arca deixando-a na casa de Obed-Edom de Gat, permanecendo aí por três meses na casa de Obed-Edom de Gat. Por isso Deus abençoou Obed Edom e toda a sua família. Ainda hoje há aqueles que faltam com respeito ao Templo de Deus, fazendo da casa de Deus qualquer ambiente; porém, há também aqueles que respeitam o lugar santo, o Templo, tudo começa em casa, se a família não começa cedo a ensinar, realmente a criança nunca irá respeitar; vemos que os próprios adultos deixam para por em ordem as suas fofocas na Igreja. Que Deus nos dê a graça de sermos fieis até dentro da casa do Senhor, com respeito, pois aí é a casa de oração. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s