Deus não atende os orgulhosos

Jó 35,1-15

 job_and_his_friends__repin_thumb1_1 Eliú continuou dizendo: 2 “Será que você pretende ter razão, quando diz:’ Sou mais justo do que Deus’? 3 Ou quando diz: ‘De que me serviu, e o que foi que eu ganhei em não pecar?’ 4 Vou responder a você e também a seus amigos. 5 Olhe atentamente para o céu e observe as nuvens que estão bem acima de você. 6 Se você pecar, que mal estará fazendo a Deus? Se você amontoa crimes, que danos está causando para ele? 7 E se você é justo, o que é que está dando a ele? O que é que ele recebe de sua mão? 8 Sua maldade só pode afetar a outro homem igual a você. Sua justiça só atinge outro ser humano  igual a você. 9 As pessoas gemem sob o peso da opressão, e pedem socorro contra os poderosos. 10 Mas ninguém diz: ‘Onde está o nosso Deus criador, que restaura as nossas forças durante a noite, 11 que nos instrui mais do que aos animais da terra e nos torna mais sábios do que as aves do céu? 12 Alguns clamam, porém Deus não responde ao orgulho dos injustos. 13 Não, Deus não ouve a falsidade, e o Todo-poderoso não presta atenção  nisso. 14 E você ainda atreve a dizer que não o vê, que sua causa foi submetida a ele, que você está esperando, 15 que a ira dele não intervém e que ele não cuida de nada. 16 Ora, Jó está abrindo a boca inutilmente e multiplicando palavras sem sentido”.

Jó havia afirmado que Deus é indiferente à justiça ou injustiça do homem. Eliú responde que isso atinge unicamente os homens. Deus sempre intervêm para socorrer os oprimidos e restaurar a relação de justiça. Ele só fica em silêncio quando as pessoas não crêem nele ou quando se fecham no orgulho. Indiretamente, Eliú garante que Deus só não está respondendo por causa do orgulho de Jó”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs, é muito fácil condenar os irmãos, aqui vimos que para Eliú, Jó seria um homem orgulhoso enquanto que, em capítulos anteriores, ou melhor, no início do texto, vimos que o próprio diabo pediu a Deus para levantar combate com Jó, por ser Jó o homem mais temente a Deus; e Deus o permitiu; Deus está sabendo até onde Jó suportará; Deus sabe as forças, a sabedoria e a fé deste homem, as palavras de Jó ainda dão um sentido real de quem confia em Deus e em nenhuma palavra ele blasfemou o Nome do Senhor Deus. Os orgulhosos que olhando para Jó, ele que era homem de bem, agora se encontra no monturo, aqueles que diziam serem seus amigos, agora na desgraça o chacoteiam. Peçamos ao bom Deus que nos dê a graça da fortaleza até em meio às desgraças e quando aqueles que diziam ser nossos amigos sorriem de nós e nos chacoteiam. Que Deus nos dê esta graça. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s