A conversão é fonte de alegria

Salmo 32,1-11

417568_4473632481646_310293105_n1 Feliz aquele cuja ofensa é absorvida, cujo pecado é coberto. 2 Feliz o homem a quem Javé não aponta nenhum delito. 3 Enquanto me calei, meus ossos se consumiam, o dia todo rugindo, 4 porque dia e noite a tua mão pesava sobre mim. O meu coração tornou-se como feixe de palha em pleno calor de verão. 5 Confessei a ti o meu pecado, não te encobri o meu delito. Eu disse: “Vou a Javé confessar a minha culpa!” E tu absolveste o meu delito, perdoaste o meu pecado. 6 Por isso, que todo fiel suplique a ti no tempo da angustia: se as águas caudalosas transbordarem, jamais atingirão. 7 Tu és o meu refugio, tu me libertas da angustia, e me envolves com cantos de libertação. 8_ Vou instruir você, indicando o caminho a seguir. Com os olhos sobre você, eu serei o seu conselheiro. 9 Não seja como o cavalo e o jumento, que não compreendem  nem rédea nem freio: deve-se avançar para domá-los, sem que se aproximem de você. 10 Os injustos sofrem muitos tormentos, mas o amor envolve quem confia em Javé. 11 Alegrem-se em Javé, ó justos, e exultem. Gritem de alegria, todos os de coração reto.

“Agradecimento pelo perdão recebido. Quando Deus cobre o pecado com o perdão, o homem se sente liberto. Quando, porém, o homem encobre seu próprio pecado, passa a experimentar como peso o sofrimento da culpa e até o próprio Deus. Perdoado, o salmista volta para a comunidade, que unida canta o perdão. A primeira instrução é que, após o pecado, se suplique a Javé sem perda de tempo. Instrução sapiencial, talvez feita por um sacerdote. Na experiência do perdão, o pecador descobre o caminho de Deus, que é o amor que liberta e faz viver. O importante é não ser teimoso como animal selvagem, que precisa ser domado. Lição e convite finais; ser injusto é ser insensato, porque a injustiça acarreta sofrimento, mas a conversão é fonte de alegria.”

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, felizes todos os homens que cuja ofensa é absolvida, por que quando o pecador vai a Deus, arrependido, pedindo o perdão, já não haverá mais delito, e a criatura se torna novamente, feliz, alegre; vemos então como aquele que é caluniador, que é perseguidor, aquele que se acha uma pessoa perfeita, nunca perceberá a necessidade do pedido de perdão, sabemos bem que ninguém erra sozinho, o pecado é social sempre onde se encontra pessoas humanas juntas; mas sempre o outro é que é o errado, não assumindo a sua culpa, condenando o outro e tendo sempre como o bom, o feliz, o completo ou perfeito. Hoje Deus nos quer mostrar um caminho a seguir, Ele nos instruirá da melhor forma, é Ele o Conselheiro dos homens, precisamos aceitar a instrução para crescermos no amor de Deus. O verdadeiro amor envolve a criatura humana, estes exultam em Deus teu salvador, alegrando e gritando jubilosos, todos os de corações retos. “Deus Santo! Deus Forte! Deus Imortal! Tende compaixão de todos os pecadores do mundo inteiro!” Que Deus os abençoe com efusivas bênçãos celestiais você e toda a sua família. É só acreditar, não duvide do amor de Deus. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s