Responde-me, Javé, com a bondade do teu amor! 

Salmo 69, 14-24 e 30-36

 En manos de Jesús14 Quanto a mim, dirijo minha prece a ti! Javé, no tempo favorável responde-me, por teu grande amor, e ajuda-me com tua fidelidade. 15 Arranca-me da lama, para que eu não me afunde. Liberta-me dos que me odeiam e das águas sem fundo. 16 Que a correnteza não me arraste, nem o lodo profundo me engula, e que o poço não feche sobre mim a sua boca. 17 Responde-me, Javé, com a bondade do teu amor! Volta-te para mim, com tua grande compaixão! 18 Não escondas a tua face para o teu servo: estou oprimido, responde-me depressa! 19 Aproxima-te de mim, resgata-me! Liberta-me dos meus inimigos! 20 Tu conheces a afronta que sofro, a minha vergonha e confusão. Meus opressores estão todos diante de ti. 21 A afronta deles partiu-me o coração, e estou desfalecendo. Espero compaixão, e nada! Espero consoladores, e não o encontro! 22 Como alimento me deram fel, e na minha sede me deram vinagre. 23 Que sua mesa seja armadilha para eles, e sua abundancia uma cilada. 24 Que seus olhos fiquem turvos e não enxerguem, que suas costas fraquejem sempre! 30 Quanto a mim, pobre e ferido, que tua salvação, ó Deus, me proteja! 31 Louvarei o nome de Deus com um cântico, e o engrandecerei com ação de graças. 32 Isso é mais que um novilho com chifres e cascos. 33 Que os pobres vejam e se alegrem. Busquem a Deus, e vocês terão coragem! 34 Porque Javé ouve os indigentes, e nunca rejeita os seus cativos. 35 Que o céu e a terra o louvem, o mar e tudo o que nele se move! 36 Sim, Deus vai salvar Sião, vai reconstruir as cidades de Judá! Nela habitarão e a possuirão!

“Nada podendo fazer, e não tendo ninguém que o defenda, o salmista recorre a Deus numa espécie de desafio: que ele dê provas de seu amor e fidelidade. Este pedido de justiça implica em condenar os verdadeiros culpados, que muitas vezes se disfarçam atrás de acusações e condenações contra os justos. Promessa de ação de graça. Quando o pobre e o fraco são libertados, também os outros se alegram e se encorajam, descobrindo que Deus está aliado com eles. Essa é a maior glória para Deus”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, que todos nós possamos dirigir as preces, as súplicas, o clamor e o louvor ao Senhor Deus, seja na hora da insegurança, das dificuldades, dos sofrimentos e da doença; certos de que na hora favorável o Senhor responde a cada um por seu grande e soberano amor, com Sua fidelidade de Pai Misericordioso, não esquece nenhum daqueles que o ama. O salmista mostra a sua insistência pedindo a Deus, que o ajude com a fidelidade do Senhor, que o liberta dos que o odeia; da água sem fundo; que o poço não feche sobre ele a sua boca; pois que ele está oprimido, pedindo que o responda depressa. Quanto a nós sejamos fieis ao Senhor Deus de nossos pais, que Ele não nos abandone e que esteja sempre ao nosso lado, a cada momento de nossa vida. Para isso se torna urgente que quem assim o quer precisa ter uma fé forte e uma esperança viva. Que este mesmo Deus derrame sobre nós as mais efusivas bênçãos dos céus, bênçãos especiais para uma MISSÃO ESPECIAL. “Que Deus seja louvado”! PAZ E MISERICÓRDIA.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s