Levanta-te ó Deus! Defende a tua causa!

Continuação do Salmo 74,12-23

o-rico-e-lazaro-112 Tu, porém, ó Deus, és rei desde a origem, e operas libertações por toda a terra. 13 Tu dividiste o mar com teu poder, quebraste a cabeça do monstro do mar. 14 Tu esmagaste a cabeça do leviatã, dando-o como alimento às feras do mar. 15 Tu abristes fontes e torrentes e secaste rios inesgotáveis. 16 O dia te pertence, e tua é a noite. Tu firmaste a lua e o sol. 17 Estabeleceste os limites da terra e formaste o verão e o inverno. 18 Lembra-te, Javé do inimigo que blasfema, do povo insensato que ultraja o teu Nome. 19 Não entregues para a fera a vida de tua rola. Não esqueças até o fim a vida dos teus pobres. 20 Olha para a tua aliança, pois os recantos da terra estão cheios de violência. 21 Que o oprimido não volte coberto de confusão, e o pobre e o indigente louvem o teu Nome. 22 Levanta-te ó Deus! Defende a tua causa! Lembra-te, ó do insensato que te ultraja o dia todo! 23 Não te esqueças do rumor de teus opressores, do tumulto crescente dos que se rebelam contra ti.

“A seguir, recorda-se a passagem do mar Vermelho (da escravidão para a liberdade) e a passagem do rio Jordão (da liberdade para a herança da terra). Os VV. 16 e 17 nos recordam que Deus é o Criador e mantenedor do universo. É a este Senhor da história e do universo que o povo suplica, pedindo que ele o liberte e de novo o leve à terra. A libertação, porém, é obra da justiça: não é possível libertar os exilados sem julgar os opressores. Estes, reduzindo o povo à pobreza e escravidão, ultrajaram o Nome do próprio Deus”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, é sabido, que Deus desde toda a origem Ele é o Rei e o Soberano de todo o universo; o dia e a noite Lhe pertencem, tem em Suas mãos o controle de tudo; de tudo o que respira sobre a terra e abaixo das águas do mar, sobre o firmamento, tudo a Ele pertence e é comandado; tem os limites da terra, formastes o verão e o inverno, enfim tudo veio Dele e converge para Ele. Por isso nós falamos e cremos que Deus se aliou ao povo, principalmente ao pobre, sofrido, doente, sem teto e sem terra; são os que padecem todo o tipo de sofrimento que o nosso Deus está ali ao seu lado, mesmo quando não se faz percebido. O salmista aqui clama fortemente aos Céus, levanta-te, ó Deus! Defende a tua causa! Lembra-te ó Deus do insensato que te ultraja o dia todo! Vemos também que na travessia do povo no mar Vermelho, no rio Jordão a liberdade para a herança da terra, recorda que Deus é o Criador e mantenedor do universo. Esta liberdade, porém, é obra da justiça, não é possível libertar o oprimido sem julgar o opressor. Que o Deus da vida venha sem demora em nossa libertação de tudo aquilo que nos escraviza; e sejamos todos abençoados hoje e sempre. Amém! Assim seja! PAZ E MISERICÓRDIA.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s