A Autoridade Justa

Salmo 144, 1- 15

 Parabolas-De-Jesus-Biblia1 Seja bendito Javé, o meu rochedo, que adestra minhas mãos para a batalha e meus dedos para a guerra. 2 Meu benfeitor, minha fortaleza, minha torre forte e meu libertador, meu escudo e meu refugio, que a mim submete os povos. 3 Javé, o que é o homem para que o conheças, o filho de um mortal, para que o leves em conta? 4 O homem é como o sopro, e seus dias como sombra que passa. 5  Javé, inclina o teu céu e desce, toca os montes, e eles fumegarão. 6 Fulmina  o raio e dispersa-os, lança tuas flechas e afugenta-os! 7 Do alto estende a tua mão, salva-me, livra-me das águas torrenciais, da mão dos estrangeiros. 8 Sua boca fala mentiras, e sua direita jura falso. 9 Ó Deus, eu cantarei para ti um cântico novo, tocarei para ti a harpa de dez cordas. 10 É tu que dás a vitória aos reis e salvas Davi, teu servo. Defende-me da espada cruel. 11 Livra-me das mãos dos estrangeiros. Sua boca fala mentiras, e sua direita jura falso. 12 Sejam nossos filhos como plantas, crescidos desde a adolescência. Nossas filhas sejam colunas talhadas, estruturas de um templo. 13 Nossos celeiros estejam repletos de frutos de toda espécie. Nossos rebanhos, aos milhares, se multipliquem em nossos campos, 14 e nossos bois estejam carregados. Não haja brecha nem fuga, 15 Feliz o povo onde isso acontece. Feliz o povo cujo Deus é Javé!

Suplica do rei para que Deus o ajude na luta contra os inimigos do povo. Agradecimento ao Deus que lidera as lutas do povo. Para desempenhar sua função de defensor do povo, o rei reconhece as próprias limitações e recorre ao supremo Senhor. Confiante no auxilio de Deus, o rei promete a ação de graças. O maior pedido da autoridade não é para si mesma, mas para o povo a quem ela serve: prosperidade e partilha, força e coragem. Feliz o povo cuja autoridade política não tenta usurpar o lugar de Deus”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, é sabido que desde o povo de Israel, no Egito, todo o povo de Deus vem sendo perseguido, são muitas as formas de perseguições, como: a calunia, a inveja, o ciúmes, a gargalhada com zombaria, a vingança por coisas banais, a escravidão de muitas formas, a tortura, a traição de várias formas, no casamento, no emprego, nos dons, nas diversas coisas que um possui e o outro não. Ninguém se contenta com nada, nunca está satisfeito com o que possui. Sempre a olhar no que o irmão tem. Que o nosso Deus nos livre de toda a boca mentirosa, caluniadora; livra-nos Senhor dos maléficos que buscam sempre as brechas para fazer as suas descargas elétricas da maledicência. Que o Deus das Misericórdias venha sempre em nossa defesa de tudo o que é das mãos malfazejas. Que todos os que buscam a fidelidade do Senhor sejam por Ele abençoados hoje e sempre. Amém! Aleluia! SAUDADES DE DEUS! PAZ E MISERICÓRDIA.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s