Prudência e Bom Senso

Eclesiástico 8 ,1-9, 16-19

Woman zippering mouth closed_1 Não processe nenhum homem poderoso, para não cair nas mãos dele. 2 Não brigue com homem rico, para que ele não coloque o peso do dinheiro dele contra você, pois o ouro já corrompeu  muita gente e perverteu  a consciência de reis. 3 Não discuta com homem falador, para não amontoar lenha no fogo dele. 4 Não brigue com o ignorante, para que ele não insulte os seus antepassados. 5 Não repreenda o homem que se converteu do pecado. Lembre-se de que todos somos culpados. 6 Não despreze o homem velho, porque alguns de nós também ficarão velhos. 7 Não se alegre com a morte de ninguém. Lembre-se de que todos nós morreremos. 8 Não despreze os ensinamentos dos sábios. Ao contrário, medite sempre em suas máximas, porque deles você aprenderá a disciplina e a arte de servir aos poderosos. 9 Não rejeite o ensinamento dos anciãos, porque eles também aprenderam dos próprios pais. É deles que você aprenderá a pensar e a responder no momento oportuno. 16 Não discuta com o violento, nem ande com ele em lugar solitário, porque o sangue para ele é um nada, e ele o matará onde não há possibilidades de socorro. 17 Não faça confidência para uma pessoa ingênua, porque ela não e capaz de manter segredo. 18 Diante de um estranho, não faça nada que deva ficar em segredo, porque você sabe o que poderá acontecer. 19 Não abra o seu coração para qualquer pessoa, para que ela não leve embora a sua felicidade.

“Por traz de conselhos variados, percebe-se o tema central do bom senso e da prudência no falar e no agir. Sobressaem sobre o respeito para com os anciãos, considerados como portadores da experiência e da sabedoria popular”.

REFLEXÃO:

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, somente vacilam na sua própria vida, aqueles que não percebem as grandes maravilhas existentes nos conselhos do Eclesiástico. Aqueles que procuram adquirir o bom senso e a prudência, principalmente no falar e no agir; falam pouco, falam somente o necessário, vivem o silêncio esta é a virtude dos sábios. Observemos uma pessoa considerada sábia, ela não se preocupa com a tagarelice, fala só o necessário ou quando questionada, fica muito claro quando aparecem pessoas portadoras desta bela experiência. É uma arte aquele que busca falar pouco, aquele que não se apressa no falatório, e que fala o que é necessário, não comprometendo a ninguém e nem a si mesmo. Peçamos ao Senhor a graça de sabermos silenciar na hora certa e nunca nos apressar em falar. Quem fala muito estará sempre ao lado daquele que é imprudente e insensato. “A língua é o membro menor do nosso corpo, porém é pior do que a bomba de Hiroxima para matar”. Saibamos louvar e agradecera Deus em vez de blasfemar ou caluniar. Que Deus nos abençoe! Paz e Misericórdia!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s