Deus ouve o clamor do pobre

Eclesiástico, 35,11-24

fome-13_11 Não tente subornar a Deus, porque ele não aceitará o suborno. Não confie em um sacrifício injusto, 12 porque o Senhor é Juiz que não faz diferença entre as pessoas. 13 Ele não dá preferência a ninguém contra o pobre. Pelo contrário, ele atende a súplica do oprimido. 14 Ele não despreza a súplica do órfão, nem da viúva que desafoga suas queixas. 15 Será que as lágrimas da viúva não lhe descem pela face, e o grito dela não se levanta contra quem a faz chorar? 16 Quem serve ao Senhor será recebido com benevolência, e sua súplica chegará até as nuvens. 17 As lágrimas do pobre penetra as nuvens, e ele não sossega, enquanto ela não chegar até lá. 18 Ele não desiste, até que o Altíssimo intervenha para fazer justiça aos justos e realize o julgamento. 19 O Senhor não tardará, nem terá paciência com os injustos, 20 enquanto não quebrar as costas dos cruéis e tomar vingança das nações; 21 enquanto não exterminar a multidão dos orgulhosos e quebrar o cetro dos injustos, 22 enquanto não retribuir a cada um conforme as suas ações e julgar as ações humanas segundo as intenções de cada um; 23 enquanto não fizer justiça ao seu povo e o alegrar com a sua misericórdia. 24 A misericórdia é bem vinda no tempo da aflição, como as nuvens de chuva no tempo da seca.

“A suprema audácia dos mantenedores de uma estrutura social injusta está em tentar corromper Deus, procurando colocá-lo do lado deles. O grito do pobre denuncia a injustiça e obriga Deus a tomar o partido dele, restabelecendo a justiça”.

REFLEXÃO:

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, Deus atende o clamor do órfão e da viúva; assim como a misericórdia de Deus é bem vinda no tempo da aflição, como as nuvens de chuva no tempo da seca. É forte o nosso clamor diante de Deus, principalmente quando a sua criatura procura entrar em sintonia com seu Deus, com uma oração bem feita e com um coração digno: há varias formas para se fazer uma boa ORAÇÃO, aqui segue alguns passos: Primeiro uma oração decorada, oram o que escutam o outro orar; isto é uma oração decorada; Segundo: uma oração de Clamor; Terceiro uma oração de Louvor; Quarto, uma oração de Contemplação, Quinto uma Oração de Adoração; Sexto uma oração sublime aquela que é do Silêncio: quando eu calo é que Deus fala comigo. Imaginemos quando uma criatura humana entra em colóquio com seu Deus com uma oração especial e bem feita, este Deus de amor misericordioso estará quebrando o cetro do impostor injusto contra os órfãos e as viúvas e de todos aqueles que estão oprimidos. Somos hoje convidados a fazer uma boa oração na presença de Deus e deixemos o espaço de Deus, mas saibamos que o tempo de Deus não é o nosso, a graça, o prodígio, portento e o milagre não cabe a criatura determinar a Deus, Ele sabe e vê o coração simples, humilde, paciente, então o tempo e a hora de Deus em nossas vidas acontecerá. Glorificado e exaltado seja o nosso Deus Soberano. Que todos sejam abençoados com o dom da oração. Paz e Misericórdia!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s