O Presente de Javé

Isaías 62, 1- 12

0_1525380_560119560744518_650947558_n_1 Por causa de Sião não ficarei em silêncio, por causa de Jerusalém não ficarei quieto, enquanto a justiça não surgir para ela como aurora e enquanto sua salvação não brilhar como lâmpada. 2 As nações verão a sua justiça e todos os reis verão a sua glória. Você então será chamada com o nome novo que a boca de Javé indicou. 3 Você será uma coroa magnífica na mão de Javé, um diadema real na palma do seu Deus. 4 Ninguém a chamará Abandonada, e sua terra já não terá mais o nome desolada. Pelo contrário, você será chamada Minha Delícia e sua terra terá por nome a Desposada, porque Javé vai amar você, e sua terra terá um esposo. 5 Como o jovem casa com a jovem, o seu criador casará com você; como o esposo que se alegra com a esposa, seu Deus se alegrará com você. 6 Sobre as muralhas, ó Jerusalém, eu coloquei guardas para vigiá-la e, dia e noite, eles jamais se calarão. Vocês, que estão sempre lembrando as promessas de Javé, não descansem, 7 e também não concedam descanso a Javé, até que ele restabeleça Jerusalém e faça dela o orgulho da terra. 8 Javé jurou com sua direita e com o seu braço poderoso: “Nunca mais darei o seu trigo como alimento aos inimigos; nunca mais os estrangeiros beberão o vinho que tanto  trabalho custou para você.  9 Pelo contrário, quem colher o trigo também o comerá, louvando a Javé; quem colher as uvas também beberá o vinho nos átrios do meu santuário”. 10 Passem, passem pelas portas, aplainem a estrada, tirem fora as pedras. Ergam uma bandeira para os povos. 11 Javé envia esta mensagem até os confins da terra: “Digam para a capital de Sião: Veja! Seu salvador está chegando; com ele vem a sua recompensa, sua recompensa vem na frente dele. 12 Serão chamados de Povo Santo, Redimidos de Javé. E você Terá por nome a Procurada, a Cidade Não Abandonada”.

“A libertação do país, como se requer no capítulo anterior para a construção da justiça, é dom de Javé, o parceiro da Aliança. As sentinelas da cidade relembram essa fidelidade e gritam continuamente para que o noivo venha logo desposar a noiva Jerusalém e traga consigo o dote: o grande presente de Deus para um país abençoado é usufruir dos frutos do trabalho através da partilha. A espoliação não deve ser substituída por outro tipo de opressão. Para que isso não aconteça, é necessário reconhecer que o dono da terra é Deus; esse reconhecimento explode em louvor. A economia sai do seu círculo vicioso e não se torna “camisa de força”, mas gratuidade. É o presente do noivo para a noiva. Todos os povos são convidados a participar desse tipo de economia que exprime a gratuidade de Deus. Para um país viver na abundancia, da qual todos possam participar, não é preciso espoliar outros países; ao contrário, os outros são convidados a fazer a mesma coisa: o banquete universal das núpcias de Deus com o seu povo.

REFLEXÃO:

Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, a maior dádiva de um país é poder usufruir dos frutos da terra, esta benção de Deus é para todos os povos desde que eles são fiéis e íntegros ao Senhor Deus. A terra abençoada, a terra prometida é aquela em que o Senhor Deus colocou cada um, o que depende de nós é o plantio, é o cuidado, é o trabalho, pois é justo como disse o Apostolo quem não trabalha não come. Sabemos que o banquete foi dado a todos, ninguém precisa espoliar ninguém, se vivemos conforme o Senhor Deus designou a todos então a abundância é para toda a criatura de Deus. Sejamos filhos de Deus abençoados. Paz e Misericordia!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s