Volta Do Exílio E Reconstrução Do Templo

Esdras 1,1-11

es1aO renascimento da esperança _ 1 No primeiro ano do reinado de Ciro, rei da Pérsia, Javé, cumprindo o que tinha dito pelo profeta Jeremias, despertou a consciência de Ciro, rei da Pérsia, que proclamou por todo o império, a viva voz e por escrito, o seguinte: 2 “Ciro, rei da Pérsia, decreta: Javé, o Deus do céu, entregou-me todos os reinos do mundo. Ele me encarregou de construir para ele um Templo em Jerusalém, na terra de Judá. 3 Quem de vocês provém do povo dele? Que o seu Deus esteja com ele. Volte para Jerusalém, na terra de Judá, para construir o Templo de Javé, o Deus de Israel. Ele é o Deus que reside em Jerusalém. 4 Todos os sobreviventes, de todo lugar para onde tiverem imigrado, receberão da população local prata e ouro, bens e animais, além de ofertas espontâneas para o Templo de Deus, que está em Jerusalém”. 5 Então todos que se sentiram movidos por Deus _ chefes de família de Judá e Benjamim, sacerdotes e levitas _ puseram-se a caminho para reconstruir o Templo de Javé em Jerusalém. 6  Os vizinhos lhes deram de tudo; prata  e ouro, bens, animais e jóias, além de ofertas espontâneas. 7 O rei Ciro entregou também os objetos  do Templo de Javé, que o rei Nabucodonosor  tinha tirado de Jerusalém e colocado no templo do seu deus. 8 Entregou estes objetos por intermédio  do tesoureiro Mitridates, que os contou todos diante de Sasabassar, príncipe de Judá. 9 Eram trinta cálices de ouro, mil cálices de prata, vinte e nove  facas, 10 trinta copos de ouro, quatrocentos e dez copos de prata e mil outros objetos, 11 que davam no total cinco mil e quatrocentos objetos de ouro e prata. Sasabassar levou tudo isso junto com os exilados que voltaram da Babilônia para Jerusalém.

“O exílio na Babilônia terminou em 538 a. C. com o edito de Ciro. Os persas seguiram uma política de tolerância e respeito para com os costumes e a religião dos povos dominados, que continuavam politicamente dependentes e deviam pagar tributo. O “auxilio” prestado pelos estrangeiros funcionava como indenização pelo trabalho no exílio. A devolução dos objetos do Templo estimula a volta ao culto de Javé. Sasabassar é provavelmente filho do rei Jeconias. A volta para a terra e a possibilidade de retornar ao projeto de Javé são passos importantes para continuar a luta pela vida e liberdade”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Amados irmãos e irmãs; percebemos claramente na caminhada do povo, Deus nunca esquece, por mais difícil e dura que seja a caminhada, tanto mais a presença de Deus é visível. E com o tempo se dispersará da presença de Deus o povo por causa da cabeça dura de certos reis e até mesmo profetas. Vimos também que de tempos em tempos aparecem reis que por causa dos seus antepassados terem sido fiéis a Javé, também eles procuram voltar às fontes; colocando cada coisa em seu lugar. O rei Ciro, busca tudo o que pertencia a Deus e que foi levado para deuses pagãos, todos os objetos de ouro e de prata que pertencia ao Templo agora restituídos e o próprio povo que fora exilado agora retorna da Babilônia para Jerusalém. Que também nós sejamos fiéis ao bom Deus, mesmo quando tudo nos parecer difícil, pois para Deus nada é impossível. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s