Responsabilidade do Profeta

Ezequiel 33, 1-9

ez-33—1 Recebi de Javé a seguinte mensagem: 2 “Criatura humana, diga ao seu povo: Quando eu mando a espada contra um país, o povo desse país escolhe uma pessoa e a coloca como vigia. 3 Se o vigia vê a espada chegando, ele toca a trombeta para avisar o povo. 4 Se alguém ouve a trombeta e não fica de prontidão, a espada, virá e o apanhará. Ele será responsável pelo seu próprio  sangue, 5 porque ouviu o toque da trombeta, mas não se preveniu, e terá que responder  com seu próprio sangue; se tivesse ficado de prontidão, teria salvado a própria vida. 6 Se o vigia vê  a espada chegando e não toca a trombeta, e o povo não fica de prontidão, a espada chega e surpreende alguns do povo; estes morrem por causa de sua própria culpa, mas é do vigia que eu pedirei contas do sangue. 7 Criatura humana, eu o coloquei como vigia da casa de Israel. Quando você ouvir minha mensagem, você precisa avisá-los. 8 Se para o injusto eu  digo: Injusto é certo que você vai morrer, se você não avisa o injusto para que mude de comportamento, o injusto morrerá por causa de sua própria culpa, mas é a você que eu pedirei contas do sangue dele. 9 Ao contrário, se você prevenir o injusto para que ele mude de comportamento, e ele não mudar, ele morrerá por causa de sua  própria culpa, mas você terá salva a sua própria vida.

“Ao iniciar uma nova etapa da sua atividade, Ezequiel recorda a missão do profeta”.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, este texto é um tanto confuso; vimos que Deus dará um guardião a seu povo para que lhe avise quando Deus enviar a espada. Este guardião parece ser o próprio profeta, ele ficará de prontidão, na observância do momento em que Deus enviará a espada, o profeta é responsável em ficar na retaguarda, na observância, de quando esta espada vier, para que não surpreenda a ninguém. Caso alguém no meio do povo for surpreendido este morrerá; o profeta, o escolhido de Deus ao ouvir a mensagem se faz necessário passar para o povo, um toque de alerta para que não seja apanhado de surpresa. Então, aquele que permanecer fora do alcance da mensagem,  e não ter uma mudança de vida, mudança de comportamento ele morrerá pela própria culpa. Se o profeta passou a mensagem, mas não houve quem a escutasse e não mudou de vida, a culpa não será do profeta. Que Deus nos dê a graça da busca de uma verdadeira conversão. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s