O Dia de Javé — Convertam-se!

Amós 5,14-20

o-dia-do-senhor—14 Procurem o bem e não o mal; então vocês viverão. Quem sabe, assim — como vocês dizem, — Javé, Deus dos exércitos, estará com vocês. 15 Odeiem o mal e amem o bem; restabeleçam o direito no tribunal. Quem sabe, assim, Javé, Deus dos exércitos, terá misericórdia do resto de José. 16 Assim diz Javé, o Senhor Deus dos exércitos: Em todas as ruas haverá gemidos, em todas as vielas dirão: “Ai, ai!” Chamarão para o luto o lavrador, e para o choro aqueles que sabem lamentar. 17 Em todos os vinhedos haverá gemidos, porque eu passarei no meio de você — diz Javé. 18 Ai dos que vivem suspirando pelo Dia de Javé? Como será para vocês o dia de Javé? Será trevas, e não luz. 19 Será como o individuo que foge do leão e topa com o urso; ou como a pessoa que entrando em casa, apóia a mão na parede e é mordido pela cobra. 20 Pois o Dia de Javé, por acaso não será trevas, ao invés de luz, escuridão sem claridade alguma?

“Amós denuncia a injustiça. Não visando a uma condenação, e sim a uma conversão. Note-se que o bem e o mal aqui são claramente identificados com a prática da justiça ou da injustiça. O profeta não crê que seu apelo à conversão será ouvido; desde já, ele anuncia e contempla o tempo da desgraça: acontecerá o inverso do que aconteceu no Egito: lá Deus passou no meio do povo para libertar e dar a vida; agora Deus passará, trazendo a desgraça e a morte. O profeta vê no horizonte a potencial invasão do inimigo. A classe dominante de Israel se refugia na falsa segurança de ter Javé como aliado: para ela, quando o inimigo invadir o país, Javé intervirá em favor de seu povo, concedendo-lhe a vitória. Amós, porém, destrói essa falsa segurança. O Dia de Javé será de derrota, pois ele assumirá o partido do inimigo, comportando-se até como inimigo ainda maior daqueles que exploram e oprimem o povo.”

REFLEXÃO: Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmão e irmãs, não teria nenhum sentido buscar uma vida de dignidade de filhos de Deus, procurando ser bons, vivendo na integridade, na verdade, sem mascaras, sem mentira; quando sabemos que a mentira é algo abominável diante de Deus; e a falsidade não será pedido contas diante de Deus; quando Deus passar no meio do seu povo Ele velará sobre os bons o que foi feito de bom; libertando-os e dando vida e a vitória, ao contrário disso, aqueles que semearam violência, ódio e outros verão a desgraça e a morte. Agora a invasão do inimigo é claro a derrota, ele se tornou o derrotado. Se acharmos que Deus terá pena, fiquemos atentos; pois a Misericórdia é para os que buscaram na observância dos Mandamentos de Deus no Amor e na Caridade. Sejamos todos abençoados e dignos da recompensa divina que virá do Pai das Misericórdias. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s