Deus quer salvar todos os homens

Jonas 4, 1-11

135—1 Jonas ficou muito desgostoso e despeitado. 2 E rezou a Javé: “Ah! Javé! Não era justamente isso que eu dizia quando estava na minha terra? Foi por isso que eu corri, tentando fugir para Tarsis, pois eu sabia que tu  és um Deus compassivo e clemente, lento para a ira e cheio de amor, e que voltas atrás nas ameaças feitas. 3 Se és assim Javé, tira a minha vida, pois eu acho melhor morrer do que ficar vivo”. 4 Javé respondeu-lhe: “Está certo você ficar irritado desse jeito?” 5 Jonas saiu da cidade e ficou no lado do nascer do sol. Aí fez uma cabana e sentou-se na sobra, esperando para ver o que aconteceria com a cidade. 6 O Senhor Javé fez nascer uma mamoneira, que cresceu de modo a fazer sombra sobre a cabeça de Jonas e livrá-lo de uma insolação. E Jonas ficou muito contente com essa mamoneira. 7 Então, na madrugada seguinte, Deus enviou um verme que prejudicou a mamoneira, e ela secou. 8 Quando o sol nasceu, Javé mandou um vento quente e sufocante; e o sol abrasava a cabeça de Jonas, a ponto de fazê-lo desmaiar. E Jonas tornou a  pedir a morte, dizendo: Prefiro morrer do que ficar vivo! 9 Deus perguntou a Jonas: “Está certo você ficar com tanta raiva por causa da mamoneira?” Ele respondeu: “Sim, está certo eu ficar com raiva , a ponto  de pedir a morte”. 10 Javé lhe disse: “Você está com dó de uma mamoneira, que não lhe custou trabalho, que não foi você quem fez crescer, que brotou numa noite e na outra morreu? 11 E eu, será que não vou ter pena de Nínive, está cidade enorme, onde moram mais de cento e vinte mil pessoas, que não sabem distinguir a direita da esquerda, além de tantos animais?”

“Ao invés de se alegrar, Jonas fica profundamente despeitado com a conversão dos ninivitas e com o perdão concedido a eles por Javé. Jonas parece uma criança mimada, que quer tudo para si, sem ter que repartir nada com ninguém: seu coração está fechado, e ele não consegue aceitar que Deus seja bom para os outros. Com delicadeza e até humorismo, Deus lhe dá uma lição, para que se confronte e se questione diante do seu próprio egoísmo. Todo esse final relembra de perto Lc 15, 25-32.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, se bem observarmos o texto, veremos que Jonas foi muito diferente dos outros tantos profetas. Agora, Jonas está despeitado, já passou pela raiva, e por quê? Jonas fica despeitado com tudo o que Deus foi fazendo de bondade, de carinho para com os ninivitas. Imagine, Jonas fica feroz porque Deus deixou morrer a mamoneira, somente porque lhe dava sombra. Jonas ficou enfurecido porque Deus perdoou os ninivitas. Um profeta que em vez se preocupar com as coisas de Deus ele agora quer que Deus só olhe por ele; porém, a Sabedoria divina do Senhor Deus vai muito mais longe do que a prepotência e orgulho de Jonas. Com a delicadeza e até humorismo, Deus lhe dá uma lição, para que confronte e se questione diante do seu próprio orgulho. Pois aquele povo o qual Deus quer agora salvar, não sabe distinguir a direita da esquerda, além de tantos animais. Peçamos ao Senhor Deus a graça da perseverança no bem e que sejamos humildes diante do projeto de Deus ao nosso respeito. E que sejamos abençoados hoje e sempre. Paz e Misericordia!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s