Conhecer o Evangelho para dar testemunho dele

Atos dos Apóstolos 1, 15-26

Quem-foi-Matias—15 Nesses dias, aí estava reunido um grupo de mais ou menos cento e vinte pessoas. Pedro levantou-se no meio dos irmãos e falou: 16 “Irmãos, era preciso que se cumprisse aquilo que o Espírito Santo, por meio de Davi, tinha anunciado na Escritura a respeito de Judas, que se tornou o guia daqueles que prenderam Jesus. 17 Judas era um do nosso grupo e participava do nosso serviço. 18 Ele comprou um terreno com  o salário da sua iniqüidade; depois caiu de ponta-cabeça, arrebentou-se e suas entranhas se esparramaram. 19 A noticia chegou a todos os habitantes de Jerusalém que deram àquele terreno o nome de Hacéldama, que quer dizer campo de sangue, conforme a sua língua. 20 Pois no livro dos Salmos está escrito: ‘Que sua moradia fique deserta e ninguém habite nela.’ E ainda: ‘Que outro ocupe o seu cargo.’ 21 Há outros homens  que nos acompanham durante todo o tempo em que o Senhor vivia no meio de nós, 22 desde o batismo de João até o dia em que foi levado ao céu. Agora, é preciso que um deles se junte a nós para testemunhar a ressurreição.” 23 Então eles apresentaram dois homens: José chamado Bársabas e apelidado o Justo, e também Matias. 24 Em seguida fizeram esta oração: “Senhor tu conhece o coração de todos. Mostra-nos qual destes dois tu escolheste 25 para ocupar, no serviço do apostolado, o lugar que Judas abandonou para seguir o seu destino. 26 Então tiraram a sorte entre os dois. E a sorte caiu em Matias, que foi juntado ao número dos onze apóstolos.

“O relato é simbólico. De fato, o quando o autor escreveu as comunidades cristãs já se haviam espalhado por todas as regiões aqui mencionadas. Lucas quer mostrar o que está na base de qualquer comunidade cristã: o Espírito Santo faz lembrar, compreender e continuar o testemunho de Jesus. Pentecostes, celebrado cinqüenta dias depois da Páscoa, comemorava a Aliança e o dom da Lei. No novo Pentecostes, Deus entrega o seu Espírito, realizando a nova Aliança é o testemunho de Jesus, ou seja, o Evangelho, cujo centro é o amor de Deus que reúne os homens, provocando relação e entendimento. Mas o testemunho gera conflitos.

REFLEXÃO:

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo! Amados irmãos e irmãs, é muito sério a atitude tomada por Judas; veja, uma pessoa que se dizia amigo de Jesus Cristo, agora passou a ser o guia daqueles que prenderam Jesus Como vimos, Judas era um daqueles que prestavam serviço no grupo dos apóstolos. De outro lado vimos que o Espírito Santo faz lembrar compreender e continuar o testemunho de Jesus. A partir dos Evangelhos, o qual cujo centro é o Amor de Deus que vem reunir todos os homens, provocando relações e entendimento, bem sabemos que o testemunho gera conflitos. Peçamos ao bom Deus que nos dê a graça de poder testemunhar Jesus Cristo, por todos os lugares por onde passarmos, e assim seremos hoje e sempre abençoados. PAZ E MISERICÓRDIA!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s