Jesus Misericordioso

fotos para o blog 004

          Oração para fazer diante do Ssmo. Sacramento

 Saúdo-vos, amor oculto, vida da minha alma! Saúdo-vos, Jesus, sob essas frágeis espécies do pão! Saúdo-vos, minha Misericórdia dulcíssima, que vos derramais por todas as almas! Saúdo-vos bondade infinita, que derramais à vossa volta torrentes de graças. Saúdo-vos, claridade velada, Luz das almas! Saúdo-vos, Fonte de Misericórdia inesgotável manancial puríssimo de onde brota para nós a vida e santidade! Saúdo-vos delicia dos corações puros! Saúdo-vos, esperança única para as almas pecadoras (Diário n. 1733).

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrado o testamento da Misericórdia de Deus para nós, e especialmente para Sacerdotes e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrado o Corpo e o Sangue de Nosso Senhor, como testemunho de infinda Misericórdia para conosco, especialmente para com os Sacerdotes, e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santana qual está encerrada a Vida eterna e a infinita Misericórdia concedida copiosamente a nós, especialmente aos Sacerdotes e aos pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrada a Misericórdia do Pai, do Filho, e do Espírito Santo para conosco, especialmente para com os Sacerdotes e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrado o infinito preço da misericórdia, que pagará todas as nossas dividas, especialmente as  dos Sacerdotes e dos pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrada a Fonte da água viva que brota da infinita misericórdia para conosco, especialmente para com os Sacerdotes e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrado o fogo do amor mais puro, que arde no seio do Pai Eterno, como num abismo de infinda misericórdia para conosco, especialmente para com os Sacerdotes e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrado o remédio para todas as nossas doenças, que flui da infinita misericórdia como de uma fonte para nós especialmente para os Sacerdotes e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual está encerrada a união entre Deus e nós pela infinita misericórdia para conosco, especialmente para com os Sacerdotes e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, na qual estão encerrado todos os sentimentos do Dulcíssimo Coração de Jesus para conosco, especialmente para com os Sacerdotes e os pobres pecadores.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança, em todos os sofrimentos e contrariedades da vida.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança em meio ás trevas e ás tempestades interiores e exteriores.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança, na vida e na hora da morte.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança, em meio aos insucessos e ás profundas incertezas.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança em meio ás falsidades e ás traições.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança nas trevas e na perversidade que cobrem a Terra.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança em meio da saudade e da dor, em que ninguém nos compreende.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança em meio dos afazeres e a monotonia da vida cotidiana.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança, em meio à destruição das ruínas dos anseios e dos nossos esforços.

Ó Jesus Hóstia Santa, nossa única esperança em meio dos ataques do inimigo e das investidas do inferno.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando as dificuldades superarem as minhas forças, quando eu ver ineficazes os meus esforços.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando as tempestades agitarem o meu coração e o espírito atemorizado inclinar-se ao desespero.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando o meu coração tremer e, quando o suor mortal cobrir a minha fronte.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando tudo conspirar contra mim e o negro desespero penetrar em minha alma.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando a minha vista se apagar para tudo que é terrestre, e o meu espírito ver pela primeira vez os mundos desconhecidos.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando os meus trabalhos superarem as minhas forças e o insucesso me acompanhar continuamente.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando o cumprimento da virtude me parecer difícil e a natureza se revoltar.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando os golpes do inimigo forem desferidos contra mim.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós quando os trabalhos e esforços forem condenados pelos homens.

Ó Jesus Hóstia Santa, confio em Vós, quando soar sobre mim Vosso Juízo, então, confiarei no oceano da Vossa Misericórdia. (Diário, n.356)

Senhor daí-nos Santos Sacerdotes! Sustente-os Vós mesmo na Santidade.

“Quanta dor Me causa a falta de Confiança em Minha bondade. Os pecados que me ferem mais dolorosamente são os de desconfiança” (Diário nº 1.076).

Jesus Misericordioso
Louvores à Misericórdia Divina
O amor de Deus é a flor-e a misericórdia o fruto. Que a alma que desconfia leia estes louvores da Misericórdia Divina e tornem-se confiantes.
Misericórdia divina, que brota do seio do Pai, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, atributo máximo de Deus, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, mistério inefável, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, fonte que brota do mistério da Santíssima Trindade, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que nenhuma mente, nem humana nem angélica pode perscrutar, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, da qual provém toda a vida e felicidade, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, mais sublime do que os Céus, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, fonte de milagres e prodígios, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que envolve o universo todo, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que desce ao mundo na Pessoa do Verbo Encarnado, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que brotou da chaga aberta do Coração de Jesus, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, encerrada no Coração de Jesus para nós e, sobretudo para os pecadores, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, imperscrutável na instituição da Eucaristia, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, na instituição da Santa Igreja, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina no sacramento do Santo Batismo, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, na nossa justificação por Jesus Cristo eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que nos acompanha por toda a vida, eu confia em Vós.
Misericórdia Divina, que nos envolve de modo particular na hora da morte, eu confio em vós.
Misericórdia Divina, que nos concede a vida imortal, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que nos acompanha em todos os momentos da vida, eu confia em Vós.
Misericórdia divina, que nos defende do fogo do inferno, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, na conversão dos pecadores endurecidos, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, enlevo para os anjos, inefável para os Santos, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, insondável em todos os mistérios divinos, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que nos eleva de toda miséria, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, fonte de nossa felicidade e alegria, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que do nada nos chama para a existência, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que abrange todas as obras das Suas mãos, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que coroa tudo que existe e que existirá, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, na qual todos somos imersos, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina doce consolo para os corações atormentados, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, única esperança dos desesperados, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, repouso dos corações, paz em meio ao terror, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, delícia e êxtase dos Santos, eu confio em Vós.
Misericórdia Divina, que desperta a confiança onde não há esperança, eu confio em Vós.

Ò Deus eterno, em quem a misericórdia é insondável e o tesouro da compaixão é inesgotável, olhai propício para nós e multiplicai em nós a Vossa Misericórdia, para que não desesperemos nos momentos difíceis, nem esmoreçamos, mas nos submetamos com grande confiança à Vossa santa vontade, que é Amor e a própria Misericórdia. Amém (Diário, nº947 à nº 950)

Jesus Misericordioso

anjoss-324x405 

Helena, nasceu aos 25 de Agosto de 1905, de família pobre, aos 16 anos manifestou a sua mãe o desejo de ser Religiosa; sua mãe se opõe. Aos dezoito anos tenta convencer seus pais a respeito da sua vocação. Um dia ao sair com suas irmãs de uma festinha: Jesus disse a ela: “Até quando te suportarei e até quando tu me enganarás?” Helena perguntou a Jesus o que deveria fazer? Jesus disse: Vai imediatamente à Varsóvia e lá entrarás no convento. Após trabalhar por um ano para adquirir o dote exigido, aos 20 anos ela ingressa no dia primeiro de Agosto de 1925; Helena atravessa, cheia de alegria, o umbral do Convento. Fez os Votos Perpétuos no dia primeiro de Maio de 1933, e passa a chamar Ir. Maria Faustina. Em 11 de maio de 1936 sua saúde já bem enfraquecida a ponto de não mais executar nenhuma tarefa. Em 1938 abandona esta terra, com a vista cravada no Crucifixo, tranquila e sem queixas.

Em um diálogo de Jesus a Santa Faustina-Disse: Pela recitação deste Terço agrada-me dar tudo que Me pedem. Quando o recitarem os pecadores empedernidos encherei suas almas de paz, e à hora da morte desses será feliz. Escreve isto para as almas atribuladas: Quando a alma vê e reconhece a gravidade dos seus pecados, quando se desvenda diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não desespere, mas se lance com confiança nos braços da minha Misericórdia, como uma criança nos braços da mãe querida. Estas almas têm sobre meu Coração Misericordioso um direito de precedência. Dize que nenhuma alma que tenha recorrido a Minha Misericórdia se decepcionou nem experimentou vexame…  “Quando rezarem este terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo juiz, mas como salvador misericordioso”.

Uma invocação que se pode dizer às três horas da tarde é “Ó Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós”. O Terço que Jesus fala a Santa Faustina é este:

Primeiro reze o Credo- Pai Nosso e uma Ave Maria. Então nas contas maiores reza o seguinte: “Eterno Pai eu vos ofereço o Corpo e o Sangue a Alma e Divindade de Vosso Diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro”.

Nas contas menores reze o seguinte: “Pela sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro”.

Conclua dizendo estas palavras três vezes. “Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós”. (Do Diário de Santa Faustina)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s